Espaço

"Radar de luz" vai mapear atmosfera em 3D

[Imagem: EPFL]

Disparar raios laser em direção ao céu não é novidade. Astrônomos já utilizam um laser de baixa potência para criar uma espécie de estrela artificial (veja Astrônomos criam estrela artificial com raio laser).

Mas um novo sistema, que acaba de ser inaugurado pelo serviço de meteorologia da Suíça, está mais interessado na criação de uma imagem tridimensional dos fatores que afetam o clima dentro de nossa atmosfera.

LIDAR

O novo sistema de monitoramento ambiental, chamado LIDAR, utiliza um feixe de raios laser para detectar a distribuição vertical da temperatura e da umidade na atmosfera. LIDAR é uma sigla para Light Detection And Ranging.

Da mesma forma que um radar envia ondas de rádio e mede suas reflexões, um LIDAR envia ondas de luz. O "eco", neste caso, é a reflexão dessa onda de luz pelas diferentes camadas da atmosfera.

Imagem 3D da atmosfera

As ondas de luz refletidas são utilizadas para se construir um quadro instantâneo do padrão de umidade e temperatura até a alta atmosfera, permitindo a elaboração de uma visualização tridimensional do vapor d'água disperso pelo ar.

A resolução espacial e temporal alcançadas com o novo mapeamento atmosférico são inéditas porque o laser do LIDAR pode ser disparado até 30 vezes por segundo, um melhoramento enorme em relação ao atual sistema de balões, que levam vários minutos para chegar à alta atmosfera e podem ser enviados apenas poucas vezes por dia.





Outras notícias sobre:

Mais Temas