Eletrônica

Tijolos inteligentes para monitoramento de edifícios

Tijolos inteligentes para monitoramento de edifícios
[Imagem: UIUC]

Cientistas da Universidade de Illinois (Estados Unidos) criaram um "tijolo inteligente", um pequeno equipamento capaz de monitorar a integridade de edifícios e residências.

O Dr. Chang Liu e o estudante Jon Engel construíram o tijolo inteligente combinando sensores, processamento de sinais, tecnologia de rede sem fios e material básico de construção civil. O resultado foi uma unidade sensorial, um pacote compacto capaz de monitorar as condições de um edifício e reportar os resultados para um operador remoto.

O protótipo possui um termistor, um acelerômetro de dois eixos, além de multiplexador, transmissor, antena e bateria, tudo acondicionado no interior de um tijolo. Colocado como um tijolo comum na estrutura do prédio, o equipamento é capaz de monitorar temperatura, vibração e movimento. Estas informações podem ser vitais para bombeiros e pessoal de resgate, por exemplo, atendendo vítimas em um prédio que tenha sofrido os solavancos de um terremoto.

Embora esse protótipo tenha assumido a forma de um tijolo inteligente, o aparato eletrônico utilizado também pode ser inserido em blocos de concreto, aço estrutural ou outro material que componha a estrutura de um edifício.

Para aumentar o tempo de vida útil da bateria, ao invés de operar continuamente, o equipamento envia suas medições a intervalos regulares. Mas a bateria também pode ser recarregada por meio de uma bobina indutiva, bastando aproximá-la do ponto onde está assentado o tijolo inteligente.

Os pesquisadores utilizaram componentes comuns encontrados no mercado, o que permite vislumbrar uma grande possibilidade de miniaturização dos tijolos inteligentes. A rigor, todo o conjunto poderá vir a ser encapsulado em um único chip, protegido por um substrato plástico, que é flexível e menos quebradiço do que o silício.





Outras notícias sobre:

Mais Temas