Eletrônica

Cientistas criam primeiro circuito integrado transparente

Cientistas criam primeiro circuito integrado transparente

Pesquisadores da Universidade do Estado de Oregon, Estados Unidos, criaram o primeiro circuito integrado totalmente transparente, utilizando compostos inorgânicos. Circuitos eletrônicos transparentes são vistos como uma necessidade para a integração perfeita da computação com o dia-a-dia das pessoas, no que é chamado de "computação onipresente".

O circuito é um oscilador em anel de cinco estágios, comumente utilizado em eletrônica para testes e demonstração de tecnologias. "Este é um passo enorme rumo a levar a eletrônica transparente dos laboratórios para as aplicações comerciais," diz John Wager, um dos pesquisadores.

O circuito de demonstração é importante porque prova que os transistores transparentes podem ser utilizados para se construir circuitos integrados funcionais. A utilização de técnicas convencionais de fotolitografia também é destacada pelo professor Wager como uma condição que facilitará a adoção da eletrônica transparente em escala industrial.

Circuitos eletrônicos transparentes poderão abrir mercados totalmente novos, como sistemas de controle em pára-brisas de carros ou controles de equipamentos eletrônicos e até leitura de emails em vidros comuns, em casa ou no escritório.

Mas muito trabalho ainda necessita ser feito antes que essas possibilidades se transformem em produtos reais. A primeira delas é ampliar os circuitos, construindo dispositivos mais complexos com a tecnologia da eletrônica transparente. Isto é necessário para que os cientistas possam estimar as velocidades máximas desses circuitos e o seu consumo de energia, por exemplo.





Outras notícias sobre:

Mais Temas