Energia

Biomassa da palha de arroz será usada para geração de eletricidade

Redação do Site Inovação Tecnológica - 02/01/2007

Biomassa da palha de arroz será usado para geração de eletricidade

Além de ser um dos alimentos mais consumidos no mundo todo, o arroz é também uma fonte excepcional de biomassa: sua casca, que hoje é quase inteiramente descartada, representa 25% do peso de todo o material colhido.

Agora, cientistas desenvolveram uma técnica de alto desempenho para transformar essa casca de arroz em eletricidade.

Queima em leito fluidizado

Pesquisadores da Universidade de Hanoi, Vietnã, e do Instituto Fraunhofer, Alemanha, desenvolveram um sistema de queima de leito fluidizado que efetua a queima da casca de arroz com grande aproveitamento do seu poder calorífico, elevando seu rendimento a um ponto que viabiliza sua utilização para geração de energia elétrica.

Sistemas de queima de leito fluidizado são uma das técnicas estado da arte na queima de carvão. De maneira simplificada, um sistema desses consiste em um tubo vertical com uma placa de distribuição de ar.

"A placa de distribuição de ar é recoberta por um material de fundo - a "cama", - normalmente quartzo e areia, misturado com o combustível. À medida que o gás flui através dos bicos, ele entra no material da cama, sobre o qual vem o combustível, onde ele é convertido," explica o engenheiro Eyck Schotte.

Queima da palha de arroz

Mas cada biomassa tem sua própria característica de queima. A palha de arroz queima de forma diferente da madeira. Para estudar essas características e definir os melhores critérios para a queima, os engenheiros construíram um protótipo de forno de leito fluidizado equipado com medidores de fluxo volumétrico, termopares e sensores de pressão.

Agora eles vão testar a queima de vários tipos de palha de arroz, in natura e compactados em vários formatos e sob diversas pressões, para definir qual é a melhor configuração para que a biomassa do arroz possa ser convertida em eletricidade da forma mais eficiente possível.

Outras notícias sobre:

Mais Temas