Espaço

Vem aí o hotel espacial

Turismo Espacial: hotel em órbita
No conceito de turismo espacial, ainda faltava o hotel no espaço. [Imagem: Bigelow Aerospace]

Privatização do espaço

A exploração privada do espaço teve seu passo decisivo com o vôo da nave SpaceShipOne, ocorrida no ano passado. Mas essa excursão suborbital foi apenas o começo.

Agora um ex-engenheiro da NASA, Robert Bigelow, anunciou que está quase pronto para lançar nada menos do uma estação espacial totalmente privada.

Sua empresa, a Bigelow Aerospace, desenvolveu uma estrutura inflável que só assume sua forma definitiva quando estiver em órbita. Isso diminui enormemente o volume que deve ser levado ao espaço pelo foguete de lançamento, barateando o custo de toda a operação.

Nave inflável

O primeiro módulo deveria ir ao espaço a bordo de um foguete também privado, que está sendo desenvolvido pela empresa Space Exploration Technologies. Mas o Falcon V está com seu cronograma atrasado, por isso Bigelow pretende alugar um foguete russo para cumprir seu plano de colocar o primeiro módulo inflável em órbita em 2006.

O primeiro módulo a ser enviado ao espaço foi batizado de Genesis Pathfinder, pesando 1.360 quilos. Mas o projeto principal, que ainda responde pela sigla BA-330, deverá pesar mais de 20 toneladas.

Turismo Espacial: hotel em órbita
A estrutura inflável que só assume sua forma definitiva quando estiver em órbita. [Imagem: Bigelow Aerospace]

Quando chegar ao espaço, a estrutura se transformará em um módulo de 13,6 metros de comprimento por 6,7 metros de diâmetro - uma área útil de 330 metros cúbicos, que poderá ser utilizada para pesquisas científicas, fabricação de produtos em microgravidade mas, principalmente, para acomodar turistas espaciais.

Hotel espacial

Bigelow não esconde seu desejo de criar um hotel em órbita. Esse deverá ser seu maior objetivo. Há vários projetos de naves semelhantes à SpaceShipOne em fase final de desenvolvimento. Nos próximos anos, deverá haver grande oferta de vôos turísticos. Tudo o que falta é um hotel que possa receber esses turistas para estadias mais longas.

A Nautilus, como deverá se chamar a primeira estação espacial privada, terá ainda uma doca de acoplamento. Para incentivar o desenvolvimento de veículos compatíveis com seu projeto, Bigelow lançou o America Space's Prize, que dará a bagatela de US$50 milhões de dólares para a primeira empresa privada que conseguir acoplar um veículo em sua estação espacial inflável.





Outras notícias sobre:

Mais Temas