Materiais Avançados

Hidrogel tem ação antibacteriana, cicatrizante e pode até recuperar órgãos lesados

Redação do Site Inovação Tecnológica - 27/09/2007

Hidrogel tem ação antibacteriana, cicatrizante e pode até recuperar órgãos lesados

Cientistas desenvolveram um novo biomaterial com propriedades antibacterianas que é capaz de levar antibióticos e acelerar a cicatrização tanto de ferimentos externos quanto internos, como uma área afetada por uma biópsia ou cirurgia ou até mesmo órgãos de onde foram retirados tumores cancerígenos.

Hidrogel biocompatível

O biomaterial é um gel de baixa viscosidade que adquire firmeza tão logo seja aplicado no organismo. Esse comportamento permite que ele seja utilizado como meio de transporte para diversos tipos de medicamentos, inclusive analgésicos e antibióticos, bem como de cargas de células sadias que ajudem a cicatrizar as áreas onde os tecidos foram danificados.

O novo material é um polímero biocompatível, da mesma classe utilizada na fabricação de lentes de contato. O que os cientistas fizeram agora foi desenvolvê-lo na forma de um hidrogel, trazendo para a realidade algo que até agora só podia ser visto em filmes de ficção científica - as possibilidades teóricas de uso do hidrogel vão até mesmo ao ponto de permitir o crescimento de ossos e órgãos, substituindo partes do corpo danificadas por acidentes ou doenças.

"Esta é uma área que deverá explodir nesta próxima década," diz o pesquisador Darrin Pochan, que criou o hidrogel, juntamente com seu colega Joel Schneider, da Universidade de Delaware, nos Estados Unidos.

Peptídeos

Os hidrogéis são formados por redes de polímeros super-absorventes, estruturados na forma de uma corrente. Embora não sejam solúveis em água, eles conseguem absorvê-la em grandes quantidades. Sua estrutura porosa permite que nutrientes e células passem direto por seu interior, sem ficarem presos.

O novo hidrogel agora criado foi construído à base de peptídeos. Uma vez implantado no corpo humano, ele se transforma em uma espécie de andaime, capaz de se fixar nas células ao seu redor e servir de substrato para o crescimento de novas células.

Peptídeos são pequenas cadeias de aminoácidos, os blocos básicos com que são formadas as proteínas. Diferentes aminoácidos se ligam para formar cadeias, que então se dobram em formatos mais compactos com funções específicas. O peptídeo básico do novo hidrogel é chamado de MAX1, que se dobra em um formato específico em resposta a um estímulo externo.

Bibliografia:

Controlling hydrogelation kinetics by peptide design for three-dimensional encapsulation
Lisa Haines-Butterick, Karthikan Rajagopal, Monica Branco, Daphne Salick, Ronak Rughani,, Matthew Pilarz, Matthew S. Lamm, Darrin J. Pochan, Joel P. Schneider
Proceedings of the National Academy of Sciences
2007
Vol.: 104 - no. 19 - 7791-7796
DOI: 10.1073/pnas.0701980104
Outras notícias sobre:

Mais Temas