Mecânica

Novas máquinas poderão transformar residências em pequenas fábricas

Redação do Site Inovação Tecnológica - 24/03/2005

Máquina de prototipagem rápida auto-replicante
O Dr. Bowyer está criando os modelos 3D necessários para que uma máquina qualquer de prototipagem seja capaz de copiar a si mesma. [Imagem: Universisity of Bath]

Impressão tridimensional

Um engenheiro da Universidade de Bath, Inglaterra, está tentando criar uma nova máquina capaz de fabricar virtualmente qualquer objeto, seja ele um instrumento musical ou um simples copo.

E mais, ele quer que essas máquinas possam estar em qualquer casa ou oficina, onde seus donos poderão fabricar seus próprios objetos em poucos minutos.

A nova máquina é baseada nas máquinas de prototipagem rápida, utilizadas principalmente para a produção de modelos e protótipos, mas que já podem ser encontradas fabricando produtos finais em plástico e resina.

Seu funcionamento se baseia na deposição de camadas finas e sucessivas de plástico, como se fosse uma impressora jato-de-tinta que tivesse a tinta substituída pelo polímero. Tudo é totalmente automatizado, operando a partir dos desenhos tridimensionais feitos em programas CAD.

Mas essas máquinas de prototipagem rápida têm um "problema": elas custam dezenas de milhares de dólares.

Máquinas replicantes

Aí é que entra a criatividade do Dr. Adrian Bowyer, autor da idéia: ele quer fazer máquinas desse tipo que sejam capazes de construir réplicas de si mesmas. O método poderia ser utilizado para se fabricar tantas máquinas que elas, em pouco tempo, seriam baratas e poderiam ficar dentro do orçamento de qualquer família.

O Dr. Bowyer está criando os modelos 3D necessários para que uma máquina qualquer de prototipagem seja capaz de copiar a si mesma. Quando os modelos estiverem completos, ele planeja colocá-lo em um site, de onde os proprietários atuais desse tipo de equipamento poderão baixar os arquivos e começar sua própria produção. Ao comprar as novas máquinas, os clientes também poderão baixar os arquivos e fabricar mais máquinas e assim sucessivamente.

"As pessoas vêm falando há anos que o preço dessas máquinas cairia para algo próximo ao preço de uma impressora comum," afirma ele. "Mas isso não aconteceu. Talvez minha idéia permita que ocorra."

A máquina poderá, por exemplo, fazer um conjunto completo de chapas, discos e tubos, a partir de plástico, tudo colorido ou decorado. Ela poderá também construir objetos metálicos de uma liga especial que se funde a baixas temperaturas, tornando-a útil para fazer circuitos impressos para eletrônica.

Mas as máquinas não serão capazes de produzir vidro ou partes complexas, como os chips, ou mesmo objetos que necessitem suportar altas temperaturas. As peças podem ter qualquer dimensão entre uns poucos milímetros até 30 centímetros. Partes maiores poderão ser feitas pela colagem de peças individuais.

Construtor Universal

O Dr. Bowyer afirmou que não fez nenhum pedido de patente para sua invenção e não irá cobrar por seus projetos. Mas os desenhos completos só deverão estar prontos ao longo dos próximos quatro anos, segundo suas estimativas.

O cientista afirmou que sua máquina será uma espécie de Construtor Universal, uma proposta teórica feita pelo matemático John von Neumann, em 1950.

O projeto foi batizado de RepRap, um acrônimo de "Replicating Rapid-Prototyper" e está disponível na Internet no formato GNU ("General Public Licence"), o mesmo utilizado para distribuição do Linux e dos demais programas gratuitos. Veja o endereço no quadro Para Navegar, abaixo.

Outras notícias sobre:

Mais Temas