Mecânica

Adesivo cola plástico e alumínio de forma irreversível

Redação do Site Inovação Tecnológica - 08/03/2006

Adesivo cola plástico e alumínio de forma irreversível

A empresa alemã Bayer anunciou o desenvolvimento de uma nova matéria-prima que permitirá aos seus clientes a fabricação de adesivos capazes de unir materiais muito diferentes, como alumínio e plástico, com resistência estrutural.

O novo método de junção utiliza uma camada de revestimento prévio, formando uma camada de dispersão. A seguir, o adesivo é ativado termicamente.

Até agora, componentes híbridos de metal e termoplásticos somente podiam ser fabricados por meio de uma conexão positiva entre os componentes, feita por meio de um processo de injeção em moldes. Segundo a empresa, os novos adesivos termoativados tornam possível um método muito mais prático.

A inovação está justamente na camada de dispersão de poliuretano - medindo menos de 100 micrômetros de espessura: ela é aplicada em forma líquida, dissolvida em água, e seca bem antes do processo efetivo de colagem, permanecendo estável a temperatura ambiente.

Isto permitirá, por exemplo, que um fornecedor entregue suas peças ao cliente já recobertas com a camada adesiva, sendo o processo de junção feito apenas no momento adequado.

Somente durante a etapa posterior, de injeção ou extrusão, é que o processo de junção efetivamente começa a ocorrer, em temperaturas entre 70 e 80º C. O resultado é uma peça híbrida perfeitamente unida. Segundo a empresa, a colagem feita com o novo adesivo é virtualmente irreversível.

Outras notícias sobre:

Mais Temas