Anúncios





Mecânica

Dedo mecânico criado por inventor independente supera todas próteses existentes

Redação do Site Inovação Tecnológica - 06/08/2007

Dedo mecânico criado por inventor independente supera todas próteses existentes

Daniel Didrick, um inventor independente norte-americano, venceu a primeira etapa sonhada por qualquer inventor: ele recebeu reconhecimento internacional pela criação de uma prótese de dedos não-robótica - um dedo mecânico, - acionável pela porção restante dos dedos amputados.

Prótese de dedo

A simplicidade do invento esconde sua versatilidade e o benefício que ele pode trazer para pessoas que sofreram acidentes, principalmente de trabalho. O X- Finger - uma homenagem aos personagem da série X-Man - tem a mesma capacidade motora de um dedo humano, inclusive a capacidade para se curvar naturalmente e cruzar uns com os outros.

O dedo prateado e azul, feito de plástico e aço, consegue suportar o mesmo peso de um dedo de verdade, além de ser capaz de fazer os mesmos movimentos.

Dedo mecânico

Para acionar o dedo mecânico, tudo o que o usuário precisa fazer é usar a porção restante do dedo amputado. O movimento aciona uma alavanca que movimenta o dedo artificial. Não há necessidade de nenhum treinamento especial e nem de fisioterapia.

O problema agora é que Didrick precisa vencer a segunda etapa com a qual se defrontam todos os inventores: o financiamento necessário para que seu dedo mecânico possa chegar ao mercado. "Eu tenho a tecnologia. Eu tenho o produto que pode ajudar, mas eu simplesmente não tenho todos os recursos que eu preciso. Pelo menos por enquanto," diz ele.

A produção dos protótipos foi terceirizada para uma empresa que consegue fabricar 100 dedos mecânicos a cada 45 dias. Para atender a toda a demanda, Didrick estima que precisará de um investimento de US$11 milhões.

Outras notícias sobre:

Mais Temas