Robótica

Reconhecimento de seres humanos para robôs é integrado em um único chip

Redação do Site Inovação Tecnológica - 20/09/2007

Chip de reconhecimento de faces e seres humanos

Uma das principais exigências dos robôs que devem atuar junto aos seres humanos, principalmente em ambientes domésticos, é justamente a correta identificação desses seres humanos. Afinal, ninguém quer que seu robô assistente molhe os pés de um visitante que seja confundido com um vaso de plantas.

Reconhecimento de seres humanos

Facilitando enormemente o trabalho dos projetistas de robôs, a Fujitsu acaba de lançar um chip dedicado justamente a essa tarefa, o reconhecimento de seres humanos. Além de detectar o formato do corpo humano, o chip também detecta o movimento das pessoas, tudo em três dimensões.

Hoje, os engenheiros e programadores utilizam programas de visão artificial e reconhecimento de padrões para processar as imagens capturadas pelas câmeras dos computador. Esses programas utilizam sofisticados algoritmos, sendo que sua elaboração é complicada e cara.

A integração de todo o processo em um único chip deverá diminuir o tempo necessário para o desenvolvimento dos robôs além de representar um menor consumo de energia.

Robôs mais rápidos

Para o funcionamento normal do robô, o grande ganho deverá ser na velocidade de suas reações, já que todo o processamento gráfico agora terá um chip dedicado, liberando a CPU - o cérebro do robô - para as demais tarefas.

Se as câmeras de vídeo - os "olhos" do robô - capturarem imagens a uma velocidade de 30 quadros por segundo, o chip consegue extrair até 2.000 pontos dessas imagens por segundo, o que permite um reconhecimento de alta velocidade. O código do chip de reconhecimento de seres humanos é MB8700530.

Outras notícias sobre:

Mais Temas