Robótica

"Cobra magnética" acionada à distância funciona como bomba de sucção

Redação do Site Inovação Tecnológica - 16/10/2007


Alternando campos magnéticos, cientistas do Laboratório Nacional Argonne, nos Estados Unidos, criaram uma espécie de "cobra magnética", cujo movimento e facilidade de acionamento abrem novas possibilidades para se lidar com meios de armazenamento magnético, condutores e microlaboratórios.

Bomba magnética

Embora não seja especificamente um robô, a "criatura" consegue dirigir um fluxo de líquido ao longo de seu corpo, pondendo tanto se movimentar quanto ficar fixa e fazer com que o líquido se movimente. Essa ação como bomba de sucção é que está chamando a atenção dos cientistas que lidam os microlaboratórios, também conhecidos como biochips.

A "cobra magnética" foi criada aplicando-se um campo magnético alternado sobre um líquido contendo partículas magnéticas em suspensão. O campo magnético faz com que as partículas se organizem em cadeia, formando uma estrutura longa o suficiente para influenciar o movimento do líquido ao seu redor. A velocidade com que o líquido é movimentado depende da freqüência de alternância do campo magnético.

Nanopartículas magnéticas

Segundo os cientistas, a atual versão é apenas uma prova de conceito, e cobras magnéticas muito menores poderão ser fabricadas. Versões futuras, utilizando nanopartículas, segundo eles, poderão ser utilizadas até mesmo como meios de armazenamento magnético. Este protótipo utiliza esferas de níquel magnético com 100 micrômetros de diâmetro.

Bibliografia:

Driven Magnetic Particles on a Fluid Surface: Pattern Assisted Surface Flows
M. Belkin, A. Snezhko, I.S. Aranson, W.-K. Kwok
Physical Review Letters
9 October 2007
Vol.: 99, 158301
DOI: 10.1103/PhysRevLett.99.158301
http://link.aps.org/abstract/PRL/v99/e158301
Outras notícias sobre:

Mais Temas