Mecânica

Alemanha começa a testar carros inteligentes

Alemanha começa a testar carros inteligentes
No trânsito urbano, o sistema é capaz de orientar o motorista para que ele dirija em uma velocidade adequada para pegar uma sequência de semáforos com o sinal verde. [Imagem: TUM]

Saber que o trânsito está parado à frente antes de ver o congestionamento. Reconhecer situações de risco antes que elas fujam do controle. Chegar no destino mais rapidamente e com segurança.

Estes são alguns dos objetivos de um projeto de pesquisas que vai começar a ser testado na Alemanha na próxima semana, e que pode ser o primeiro passo para os carros sem motorista que a Europa pretende implementar a partir de 2020.

Mobilidade inteligente e segura

O projeto SIM (Safe and Intelligent Mobility: mobilidade inteligente e segura) já tem preparada uma frota de 120 carros, equipados com os sistemas de hardware e software necessários para implementar aqueles e vários outros objetivos.

Os carros serão testados, em conjunto e isoladamente, em cidades, rodovias e até em zonas rurais, durante cerca de seis meses.

O sistema SIM implementa uma comunicação sem fios e automática entre os veículos, de forma que eles possam cooperar sem que necessariamente o motorista precise agir.

Algumas vezes, o motorista nem mesmo precisa ficar sabendo o que está acontecendo, com quando o carro envia informações de velocidade para os carros ao redor ou para a central de monitoramento.

Mas uma tela interna é incumbida de alertar o condutor de riscos iminentes - por exemplo, uma freada brusca do veículo da frente é detectada automaticamente e um sinal de alerta é emitido, caso o motorista esteja distraído.

Semáforos sempre verdes

No trânsito urbano, o sistema é capaz de orientar o motorista para que ele dirija em uma velocidade adequada para pegar uma sequência de semáforos com o sinal verde, além de oferecer as melhores rotas para cada momento, dependendo do movimento.

As informações também podem ser transmitidas para estações ao longo das rodovias, permitindo que sejam antecipadas medidas para contornar excessos de tráfego ou congestionamentos causados por acidentes.

No caso de acidentes na via, o sistema avisa em que faixa as ambulâncias e outros carros de resgate estão e a que distância, permitindo que os motoristas deixem o trânsito livre.

Carros inteligentes

Os testes serão conduzidos por pesquisadores das universidades de Munique e Würzburg, que depois analisarão os dados com vistas à implementação de partes do sistema - ou, eventualmente, do sistema como um todo - nos veículos de série.

Este será o primeiro teste prático de uma série de tecnologias que serão testadas em mais de 1.000 carros em toda a Europa. Veja mais detalhes das tecnologias na reportagem:





Outras notícias sobre:

Mais Temas