Eletrônica

Antena de tecido salva vida de náufragos

Antena de tecido salva vida de náufragos
A antena é totalmente flexível e lavável, resistindo a quaisquer mergulhos, mesmo em água do mar.[Imagem: ESA-J. Makinen]

Antenas salva-vidas

Qualquer que seja o uso das roupas inteligentes, ou dos chamados e-tecidos, eles vão precisar de antenas para se comunicar.

Em 2009, a agência espacial europeia demonstrou o funcionamento das primeiras antenas de tecido, capazes de fazer comunicações via satélite.

Agora, em parceria com a empresa finlandesa Patria, as antenas de tecido estão estreando no mercado.

O objetivo inicial é que as antenas sejam incorporadas em salva-vidas, enviando sinais de localização sem necessidade de qualquer ação por parte do acidentado - que pode estar impossibilitado de fazer isto.

Busca e salvamento via satélite

Confeccionadas com um material altamente flexível e totalmente resistente à água, a antena foi projetada para se comunicar com o sistema Cospas-Sarsat, um sistema de busca e salvamento via satélite, em operação há quase 30 anos, e responsável pela localização e salvamento de mais de 26.000 vítimas.

Mantido pelo Canadá, França, Rússia e Estados Unidos, o sistema de resgate via satélite opera 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Ele funciona com base em transmissores de um "bip-bip" específico, que são acionados no caso de acidente. Os satélites captam os bip-bips e alertam imediatamente as centrais de resgate.

Os testes com a antena de tecido mostraram que um náufrago usando um salva-vidas com a antena pode ser localizado em poucos minutos.





Outras notícias sobre:

Mais Temas