Mecânica

Avião elétrico bate recorde de autonomia

Avião elétrico bate recorde de autonomia
Cerca de um terço do peso do e-Genius consiste em bancos de baterias recarregáveis capazes de fornecer 56 kWh. [Imagem: University of Stuttgart]

Autonomia de avião elétrico

Os aviões elétricos já haviam dado provas de sua eficiência.

Agora, pelo menos um deles deu provas de que voar alimentado apenas por baterias é um conceito que pode ir longe.

O avião elétrico e-Genius, projetado e construído por engenheiros da Universidade de Stuttgart, na Alemanha, bateu o recorde mundial da categoria em termos de distância percorrida sem reabastecimento - isto é, sem precisar recarregar as baterias.

Foram duas marcas sucessivas: primeiro o e-Genius percorreu uma distância de 393 km, marcando um novo recorde de autonomia para aviões elétricos.

Não satisfeita, a equipe partiu para outro voo uma semana depois, estabelecendo uma nova marca de 405 km.

Eficiência energética

E não foi apenas o recorde de autonomia que o e-Genius bateu: ele superou de longe os aviões com motores a combustão ou turbinas em termos de eficiência energética.

Em comparação com aviões comuns de dois lugares, voando à mesma velocidade, o e-Genius completa os percursos gastando apenas um quinto da energia.

O recorde de distância foi batido a uma velocidade de 160 km/h. Fazendo a conversão entre fontes de energia, o avião elétrico apresenta um consumo equivalente a 100 km/litro de gasolina de um avião comum.

Com 16,85 metros de envergadura de asas e pesando aproximadamente 900 kg em condições de decolagem - incluindo os dois passageiros - o e-Genius alcança uma potência máxima de 65 kW.

Cerca de um terço do seu peso - 300 kg - consiste em bancos de baterias recarregáveis capazes de fornecer 56 kWh.





Outras notícias sobre:

Mais Temas