Robótica

Boca robótica vai automatizar controle de qualidade na indústria alimentícia

Boca robótica vai automatizar controle de qualidade na indústria alimentícia
Representação esquemática da boca artificial, que imita o primeiro passo da digestão humana.[Imagem: American Chemical Society]

A língua eletrônica soma-se entre o grande número de feitos científicos registrados pela brasileira Embrapa. Um grupo de cientistas franceses, contudo, acredita que, para que as máquinas consigam realmente "sentir" o sabor da comida, é necessário que primeiro elas aprendam o primeiro passo da digestão humana, a mastigação.

Boca artificial

Para isso eles desenvolveram uma boca robótica, um equipamento que emula o ato humano de mastigar o alimento, incluindo a liberação de saliva.

Segundo os pesquisadores, uma série de fatores deve ser levada em conta para que uma máquina seja capaz de captar os componentes do sabor e do aroma da comida e da bebida da mesma forma que os humanos fazem. Entre esses fatores estão o ritmo da mastigação, a liberação da saliva, a rapidez com que o alimento é triturado e até mesmo a temperatura interna da boca.

"Nosso objetivo não é reproduzir exatamente as condições da boca humana, mas reproduzir o resultado da mastigação," explica Gaëlle Arvisenet, um dos criadores da boca artificial.

Provador robótico

Para testar o funcionamento do seu mastigador mecânico, os cientistas compararam maçãs mastigadas por humanos e por sua boca robótica. A polpa de maçã resultante dos dois processos foi analisada em termos de textura, cor e liberação de compostos aromáticos.

"Foram estabelecidas condições experimentais que produzem a polpa de fruta em um estado semelhante àquele obtido após a mastigação feita por uma boca humana," diz o estudo, relatando os bons resultados alcançados.

O objetivo dos pesquisadores é construir um equipamento sensorial que funcione como uma espécie de "provador robótico," para uso em indústrias de alimentos, aumentando a homogeneidade dos produtos e a segurança dos consumidores.

Bibliografia:

Effect of Apple Particle State on the Release of Volatile Compounds in a New Artificial Mouth Device
Gaëlle Arvisenet, Ludivine Billy, Pauline Poinot, Evelyne Vigneau, Dominique Bertrand, Carole Prost
Journal of Agricultural and Food Chemistry
May 2008
Vol.: 56 (9), 3245-3253
DOI: 10.1021/jf073145z




Outras notícias sobre:

Mais Temas