Plantão

Capitão Picard inaugura acelerador de partículas europeu

Capitão Picard inaugura acelerador de partículas europeu
Um dos estudos de validação dos instrumentos envolveu a análise de nanodiamantes encontrados em meteoritos que caíram na Sibéria. [Imagem: HUD/Divulgação]

Ficção e realidade

O ator Patrick Stewart, o capitão Jean-Luc Picard da série Jornada nas Estrelas Nova Geração, foi a estrela da inauguração do primeiro acelerador de partículas de feixes de íons da Europa.

O ator, que é o Chanceler Emérito da Universidade Huddersfield, que abriga o novo laboratório, inaugurou oficialmente o MIAMI-2, um acelerador que funciona como uma espécie de supermicroscópio para o estudo da composição dos materiais - MIAMI é uma sigla para Microscope e Ion Accelerator for Materials Investigation.

O MIAMI-1 ainda está operacional e nele são realizadas pesquisas em nanoescala sobre os efeitos dos danos por radiação em materiais, incluindo aqueles usados na indústria nuclear e no espaço.

A versão 2 representa um upgrade substancial, permitindo a irradiação das amostras em um microscópio eletrônico com feixes duplos de íons.

Há muito poucas instalações comparáveis no mundo, e equipes da Europa, Rússia e EUA já formaram colaborações de pesquisa para usar as capacidades do novo laboratório.

Um dos estudos de validação dos instrumentos envolveu a análise de nanodiamantes encontrados em meteoritos que caíram na Sibéria - os resultados desses estudos ainda não foram publicados.

Há poucos dias, o "antecessor" de Picard, o capitão James Kirk, lançou uma campanha da NASA para levar uma placa para o Sol contendo os nomes de interessados do público do mundo todo.





Outras notícias sobre:

Mais Temas