Materiais Avançados

Como sintetizar uma "quase" kriptonita

Químicos descobrem como sintetizar uma
Esta é a estrutura atômica da "quase" kriptonita. Os átomos azuis são de criptônio e os vermelhos oxigênio - o composto da esquerda deverá ser mais estável que o da direita. [Imagem: IPC PAS]

Síntese da kriptonita

Químicos da Academia Polonesa de Ciências descobriram como sintetizar o primeiro composto binário de criptônio e oxigênio: um óxido de criptônio.

Os cristais de kriptonita, um material mortal para Super-Homem e sua raça, teriam sido criados dentro do planeta Krypton - ou Criptônio -, portanto, muito provavelmente sob pressões muito altas.

O nome kriptonita, ou criptonita, vem justamente do criptônio, elemento químico com número atômico 36, um gás nobre considerado incapaz de formar compostos químicos estáveis.

No entanto, os dois químicos calculam que é possível sintetizar um novo material cristalino no qual os átomos de criptônio ligam-se quimicamente a um outro elemento.

Óxido de criptônio

"Nosso monóxido de criptônio, KrO, provavelmente não existe na natureza. De acordo com o conhecimento atual, nas profundezas dos planetas, ou seja, o único lugar onde há pressão suficiente para sua síntese, não existe oxigênio e muito menos criptônio," disse o professor Patrick Zaleski-Ejgierd, que calculou a síntese do novo material com seu colega Pawel Lata.

Ocorre que essas pressões extremamente altas estão bem dentro da capacidade dos laboratórios atuais.

"Nossas simulações de computador indicam que os cristais de monóxido de criptônio se formarão a uma pressão na faixa de 300 a 500 milhões de atmosferas. É uma pressão gigantesca, mas que pode ser obtida nos laboratórios de hoje apertando as amostras em bigornas de diamante," disse Pawel Lata.

Quase kriptonita

Na verdade, compostos de criptônio já foram produzidos em laboratório sob condições criogênicas. No entanto, são apenas pequenas moléculas individuais - e não cristais - com uma estrutura linear do tipo carbono-hidrogênio-criptônio-carbono-hidrogênio.

"A substância que estamos prevendo é um composto de criptônio não com nitrogênio, mas com oxigênio. No padrão dos gibis, portanto, ele deve ser chamado não tanto de kriptonita, mas de kriptóxido. Então, se o Super-Homem ler isto, ele pode ficar calmo - no momento, ainda não há motivo para pânico!" brinca o professor Zaleski-Ejgierd.

Assim, os fãs mais exigentes do Super-Homem terão que continuar se contentando com a kriptonita terrestre, mais conhecida como jadarita:

Bibliografia:

Krypton oxides under pressure
Patryk Zaleski-Ejgierd, Pawel M. Lata
Nature Scientific Reports
Vol.: 6, Article number: 189
DOI: 10.1038/srep18938




Outras notícias sobre:

Mais Temas