Eletrônica

Cone captura arco-íris

Redação do Site Inovação Tecnológica - 08/04/2014

Cone captura arco-íris
Esses cones captadores de luz poderão ser usados na transmissão de dados por luz no interior de chips fotônicos. [Imagem: University of Buffalo]

Captura de arco-íris

A captura de arco-íris foi uma das primeiras demonstrações da capacidade de reduzir a velocidade da luz e mantê-la presa no interior de cristais.

A mais recente realização na área é a construção de um componente em formato de dedal - um cone com a parte pontuda cortada - que captura diferentes cores ao longo de seu eixo vertical.

A mesma equipe já havia construído outras formas de aprisionar a luz, mas este novo projeto é mais simples e mais eficiente.

Cada cone é formado por várias camadas ultrafinas de metais, semicondutores e isolantes.

Ajustando a espessura das camadas e seus parâmetros geométricos, os cones podem ser fabricados para diferentes frequências, incluindo visível, infravermelho próximo, infravermelho médio, terahertz e micro-ondas.

"Este avanço não tem preço para a tecnologia solar de película fina, bem como para a reciclagem de energia térmica, que é um subproduto da indústria e de todos os aparelhos eletrônicos do nosso dia a dia, como smartphones e laptops," disse o professor Qiaoqiang Gan, da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos.

Outro campo de aplicação promissor é na transmissão de dados por luz no interior de chips. Hoje, um fenômeno de interferência conhecido como crosstalk faz com que a luz de cada canal se misture com a luz dos canais próximos.

Com o novo dedal absorvedor de luz isso pode ser evitado, já que cada canal será seletivamente captado apenas por uma estreita faixa do componente.

Bibliografia:

Broadband absorption engineering of hyperbolic metafilm patterns
Dengxin Ji, Haomin Song, Xie Zeng, Haifeng Hu, Kai Liu, Nan Zhang, Qiaoqiang Gan
Nature Scientific Reports
Vol.: 4, Article number: 4498
DOI: 10.1038/srep04498
Outras notícias sobre:

Mais Temas