Anúncios





Eletrônica

Criada memória não-volátil de cerâmica, construída com nanocapacitores.

Redação do Site Inovação Tecnológica - 08/07/2008

Criada memória não-volátil de cerâmica, construída com nanocapacitores.
[Imagem: Max Planck Institute of Microstructure Physics]

Um grupo de cientistas alemães e coreanos, trabalhando conjuntamente, desenvolveu uma nova técnica para a fabricação de memórias de computadores de altíssima densidade e capaz de manter as informações mesmo na ausência de energia.

Memória de nanocapacitores

Utilizando uma máscara com furos microscópicos, os pesquisadores construíram capacitores de platina e titanato-zirconato de chumbo (PZT) com uma densidade de 27 bilhões de bits por centímetro quadrado - o recorde mundial para esse tipo de material.

O armazenamento em nanocapacitores é fácil de ser controlado e tem a vantagem de ser não-volátil porque o PZT é ferroelétrico. É possível controlar cada nanocapacitor individualmente mesmo quando eles estão separados apenas 60 nanômetros uns dos outros.

Máscara com nanofuros

E o sistema de máscara com nanofuros é uma solução muito simples em comparação com as técnicas de fabricação de outros tipos de memória. A máscara é feita de óxido de alumínio, por meio da qual os nanocapacitores de PZT são construídos sobre uma camada de platina. A seguir, a platina é "recortada" por litografia para fazer os contatos de cada individual célula de memória.

Bibliografia:

Individually addressable epitaxial ferroelectric nanocapacitor arrays with near Tb inch-2 density
Woo Lee, Hee Han, Andriy Lotnyk, Markus A. Schubert, Stephan Senz, Marin Alexe, Dietrich Hesse, Sunggi Baik, Ulrich Gösele
Nature Nanotechnology
June, 2008
Vol.: 3, 402 - 407
DOI: 10.1038/nnano.2008.161
Outras notícias sobre:

Mais Temas