Mecânica

Drone autônomo transporta passageiro

Drone capaz de transportar um passageiro
O 184 é um drone sem controle remoto, capaz de levar um passageiro a 16 km de distância. [Imagem: eHang/Divulgação]

Drone com passageiro

No final das contas, os tão esperados carros voadores podem não derivar nem dos automóveis e nem dos aviões, mas dos drones.

A fabricante chinesa de drones eHang apresentou o seu modelo 184, um drone elétrico capaz de levar autonomamente um passageiro em um voo de até 23 minutos.

O veículo é um quadricóptero pesando 200 kg, com uma cabine fechada para um passageiro.

A empresa garante que ele pode levar uma pessoa a até 16 km de distância, ou voar por 23 minutos com picos de velocidades de até 100 km/h. Sua altitude máxima é de 3,6 km.

O tempo para recarga das baterias é de quatro horas.

Caro

Mas o preço não é pequeno, com estimativas entre US$200.000 e US$300.000 para as primeiras unidades, que a eHang planeja começar a vender ainda este ano.

O preço é similar a um helicóptero comum, com motor a combustão, mas que exige um extenso treinamento para ser pilotado.

Já o 184, segundo a empresa, é capaz de voar sozinho, de forma autônoma, graças a algoritmos que controlam tudo a partir da informação da rota desejada.

Drone capaz de transportar um passageiro
O 184 exige pouco espaço na garagem, mas os rotores expostos são uma ameaça à segurança. [Imagem: eHang/Divulgação]

Rotores expostos

O maior entrave à comercialização do 184, contudo, não deverá ser convencer os potenciais clientes a dar tanto dinheiro pelo drone pessoal, mas convencer as autoridades nacionais de que o veículo é seguro e que seu controle de voo automatizado é confiável.

Além disso, os oito rotores expostos não combinam com a segurança exigida de um veículo para uso pessoal, que deverá pousar em áreas pequenas e repletas de pessoas.

Uma solução melhor foi encontrada pelos engenheiros que projetaram o Volocóptero, um helicóptero pessoal também elétrico que mantém seus 18 rotores bem acima da altura de um ser humano.

De qualquer forma, a União Europeia tem planos sérios de substituir carros por helicópteros pessoais, já com os rotores devidamente protegidos.





Outras notícias sobre:

Mais Temas