Plantão

Governo cria estatal para desenvolver tecnologias nucleares

Amazônia nuclear

O governo federal oficializou hoje a criação da estatal Amazônia Azul Tecnologias de Defesa (Amazul).

"Amazônia Azul" é uma referência aos recursos oceânicos - a empresa será ligada à Marinha.

A nova empresa pública será responsável pelo desenvolvimento das tecnologias do Programa Nuclear Brasileiro e da área nuclear da Marinha, responsável pela construção dos submarinos nucleares brasileiros.

Caberá ainda à Amazul estimular a implantação de novas indústrias no setor nuclear e prestar-lhes assistência técnica.

A empresa é vinculada ao Ministério da Defesa, por meio do Comando da Marinha, e terá sede em São Paulo.

Tecnologias nucleares

A Amazul se originará a partir da cisão da Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), atualmente responsável pelo Programa Nuclear da Marinha.

Patrimônio, capital e pessoal resultantes da cisão comporão a Amazul.

A contratação de pessoal permanente da Amazul, em acréscimo aos transferidos da Emgepron, será feita por meio de concurso público.

Segundo o governo, a Amazul terá três objetivos principais:

  1. promover, desenvolver, absorver, transferir e manter tecnologias necessárias às atividades nucleares da Marinha do Brasil e do Programa Nuclear Brasileiro - PNB;
  2. promover, desenvolver, absorver, transferir e manter as tecnologias necessárias à elaboração de projetos, acompanhamento e fiscalização da construção de submarinos para a Marinha do Brasil; e
  3. gerenciar ou cooperar para o desenvolvimento de projetos integrantes de programas aprovados pelo Comandante da Marinha, especialmente os que se refiram à construção e manutenção de submarinos, promovendo o desenvolvimento da indústria militar naval brasileira e atividades correlatas.





Outras notícias sobre:

Mais Temas