Espaço

Gráviton Nexus pode explicar energia e matéria escuras

Gráviton Nexus pode explicar energia e matéria escura
O próximo passo é descobrir uma forma de testar a nova teoria do Universo.[Imagem: JHUAPL/SwRI]

Quase 100% no escuro

Sem novas ideias e sem novos resultados observacionais que possam fundamentar um novo modelo cosmológico, os físicos estão às voltas com a busca por uma teoria quântica da gravitação e de explicações sobre a matéria escura e a energia escura, que tudo indica representam 95% do Universo observável.

Com um mistério tão grande, talvez a solução possa surgir de onde menos se espera. Neste caso, de um físico cubano que atualmente trabalha em Botswana.

O fato é que o trabalho de Stuart Marongwe está chamando a atenção da comunidade científica.

Universo Nexus

Marongwe propôs uma teoria que ele batizou de Nexus, no sentido de que ela fornece uma conexão entre a Teoria Quântica e a Relatividade Geral.

Esta ligação se manifestaria sob a forma de um "gráviton Nexus", uma partícula composta de spin 2 que nada mais é do que uma partícula do espaço-tempo, que emerge naturalmente do processo de unificação entre as duas teorias.

Gráviton Nexus pode explicar energia e matéria escura
O modelo padrão da cosmologia atual não tem explicações para 95% do Universo, o chamado universo escuro: matéria escura, energia escura e buracos negros. [Imagem: ESA/XMM-Newton/F. Gastaldello(INAF/IASF)/CFHTLS]

Uma característica notável do gráviton Nexus, que o distingue do gráviton hipotético do Modelo Padrão da Cosmologia - que ainda não foi encontrado - é que o gráviton Nexus não é uma partícula "mensageira", ou virtual. Ela de fato induz um movimento de rotação constante em qualquer partícula com a qual entre em contato.

Além disso, o gráviton Nexus também pode ser considerado como um glóbulo de energia do vácuo, que pode se fundir ou resultar da cisão de outros grávitons, em um processo que se assemelha com a citocinese da biologia celular - a divisão da célula em duas cópias idênticas.

Partícula de matéria escura

Para Marongwe, o gráviton Nexus é a própria partícula da matéria escura e constitui o espaço-tempo.

E a emissão de um gráviton de menos energia por um gráviton de energia mais alta resulta na expansão do gráviton de energia mais alta conforme ele assume um estado de energia mais baixo, um processo que se manifesta como Energia Escura e que ocorre em toda a extensão do espaço-tempo.

Além de lançar luzes sobre algumas das principais questões não respondidas da física contemporânea, a teoria de Marongwe inclui uma descrição quântica dos buracos negros que se livra das singularidades inerentes à relatividade de Einstein - nas singularidades, a própria física se esfacela.

Se as soluções apresentadas por Marongwe serão aceitas como sinalização de uma nova física agora irá depender da análise de seus colegas e, sobretudo, de se encontrar alguma maneira de testar as muitas conclusões desse novo Nexus.

Bibliografia:

The Schwarzschild solution to the Nexus graviton field
Stuart Marongwe
International Journal of Geometric Methods in Modern Physics
Vol.: 2015; 1550042
DOI: 10.1142/S0219887815500425




Outras notícias sobre:

Mais Temas