Plantão

InovAtiva 2016 alcança recorde de inscrições

Ciclo de Aceleração

O InovAtiva Brasil, maior programa de aceleração de empresas inovadoras do País, recebeu 1.372 inscrições, quase o dobro das edições anteriores.

O programa é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Até 300 negócios inovadores serão selecionados para o Ciclo de Aceleração 2016.1, que oferece capacitação em empreendedorismo inovador, mentorias individuais com executivos e investidores experientes por até cinco meses e conexão direta com potenciais investidores, clientes e parceiros.

O Secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Marcos Vinícius de Souza, destaca que novos parceiros estratégicos contribuíram para o crescimento no número de projetos submetidos, com destaque para o SEBRAE, que fortaleceu a divulgação e captação de projetos em todo o País, e o Facebook, que irá integrar 14 empresas emergentes de base tecnológica (startups) em cada Ciclo ao seu programa de apoio a startups, o FbStart.

InovAtiva Brasil

O programa também foi ampliado para todo o território nacional.

Este ano foram enviadas submissões de todos os Estados brasileiros, com exceção do Amapá. Os Estados com maior número de projetos submetidos foram São Paulo (240), Santa Catarina (234), Minas Gerais (128), Paraná (117) e Rio de Janeiro (82).

Souza lembrou que o maior crescimento veio de Estados que participaram pouco nos anos anteriores, com destaque para o Ceará (10 projetos em 2014 e 80 em 2015), Distrito Federal (crescimento de 12 para 74), Amazonas (aumento de 12 para 50), Paraíba e Maranhão (ambos sem nenhum projeto em 2014, tiveram 49 e 29 inscrições este ano, respectivamente). Também chama a atenção da participação por regiões: Sudeste (467), Sul (428), Nordeste (266), Centro-Oeste (139) e Norte (72).

Foram recebidos projetos de 239 municípios brasileiros. "Esse sempre foi o objetivo do InovAtiva, oferecer capacitação e mentoria de nível mundial em larga escala e a empreendedores em qualquer lugar do Brasil, principalmente nas localidades em que o acesso a outras opções de apoio a startups é escasso ou até inexistente", afirmou.

Setores

Os setores que mais se destacaram foram os de Tecnologia da Informação e Comunicação (447 projetos) e Serviços (270).

Como o InovAtiva tem um perfil multissetorial, foram recebidas propostas de startups de Saúde (130), Comércio (92), Agronegócio (58), Energia (44), Infraestrutura e Construção Civil (30) e Eletrônicos (29), entre outros.

Criado em 2013 pelo MDIC, o InovAtiva Brasil é um programa que auxilia e orienta empreendedores iniciantes com uma boa tecnologia mas pouco conhecimento de negócio, oferecendo capacitação e mentoria para o estabelecimento de novos negócios inovadores.





Outras notícias sobre:

Mais Temas