Mecânica

Isolamento acústico fica mais eficiente quando é perfurado

Isolamento acústico fica mais eficiente quando é perfurado
O palito de fósforo serve como referência das dimensões envolvidas na fabricação do material antirruído.[Imagem: Fraunhofer IBP]

Furos contra sons

O isolamento acústico é um elemento cada vez mais importante conforme aumenta a densidade urbana, com mais pessoas, mais carros, mais obras etc.

Como não é razoável recobrir todas as construções com proteções parecidas com caixas de ovos, os engenheiros têm trabalhado em busca de soluções que não apenas sejam acusticamente eficientes, mas que também sejam esteticamente agradáveis e econômicas.

Pesquisadores alemães tentavam justamente melhorar seus materiais antirruído quando fizeram uma descoberta inusitada: a eficiência do material aumenta drasticamente quando ele é perfurado.

Embora possa parecer um contrassenso melhorar um material antirruído fazendo furos nele, Philip Leistner e seus colegas do Instituto para a Física das Construções (IBP) descobriram que o segredo está em fazer furos com dimensões precisas.

O resultado é tão bom que o isolamento acústico se torna um absorvedor de ruídos, que não deixa passar, mas também não reflete o barulho.

Microperfurações

O material em formato de colmeia tem seu poder de absorção otimizado quando recebe microperfurações em um dos seus lados.

O absorvedor de som microperfurado pode ser fabricado na forma de folhas ou membranas, e as microperfurações tanto podem ser circulares quanto terem o formato de fendas.

Quando as ondas sonoras atingem a superfície do material, chegando na forma de moléculas do ar que oscilam, gera-se uma fricção entre o ar em movimento e a borda das minúsculas aberturas.

É esta perda de energia que resulta em um aumento na absorção do som.

Absorvedor de som

O único pré-requisito é que o material inclua uma câmara de ar por trás das aberturas, para permitir que as moléculas continuem oscilando quando passam pelos furos.

Caso contrário, o som será simplesmente refletido - com a nova tecnologia, o material torna-se verdadeiramente um absorvedor de som.

Segundo os pesquisadores, a nova técnica significa que "pela primeira vez é possível fabricar absorvedores de som que são transparentes ou translúcidos", permitindo sua instalação em fachadas de edifícios ou barreiras em rodovias sem estragar o visual.

"Esta tecnologia é adequada para todos os tipos de material, e permite a fabricação de isoladores acústicos multifuncionais e visualmente atraentes, que podem ser usados em uma gama muito ampla de aplicações," disse Leistner.





Outras notícias sobre:

Mais Temas