Plantão

NASA seleciona local de pouso do robô Curiosidade em Marte

NASA seleciona local de pouso do robô Curiosidade em Marte
A cratera Gale, batizada em homenagem ao astrônomo australiano Walter Frederick Gale, tem 154 km de diâmetro e uma característica inusitadaNULL montanha, com quase 5,5 km de altitude, localizada quase no seu centro.[Imagem: NASA/JPL-Caltech/ASU/UA]

Cratera com montanha

O próximo robô marciano da NASA vai pousar no sopé de uma montanha no interior de uma gigantesca cratera de impacto.

O robô Curiosidade também responde pela sigla MSL (Mars Science Laboratory: Laboratório Científico de Marte). Do tamanho de um carro, o jipe marciano está programado para lançamento no final deste ano, devendo pousar em Marte em agosto de 2012.

A cratera Gale, batizada em homenagem ao astrônomo australiano Walter Frederick Gale, tem 154 km de diâmetro e uma característica inusitada: uma montanha, com quase 5,5 km de altitude, localizada quase no seu centro.

Essa montanha é formada por um material estratificado, semelhante às rochas sedimentares da Terra, provavelmente gerado por uma longa sequência de deposições geológicas.

A parte da cratera onde o Curiosidade irá pousar tem uma formação parecida com o leito seco de um rio, mostrando materiais com características de terem sido depositados por água corrente.

As camadas na base da montanha contêm argilas e sulfatos, dois materiais que se formam na presença de água.

Micróbios marcianos

Durante a fase inicial e mais importante da missão, com duração de um ano marciano - quase dois anos terrestres - os pesquisadores vão utilizar as ferramentas do robô para estudar se a região já teve condições ambientais favoráveis à manutenção de vida microbiana.

Em outras palavras, eles querem saber se já houve vida naquele lugar.

O local de pouso contém material lixiviado das paredes da cratera, o que dará aos cientistas a oportunidade de investigar as rochas que formam o leito de toda a área - o impacto que criou a cratera gerou uma "parede" conforme escavava o solo marciano; essa parede se desgastou com o tempo, deixando no fundo um registro de todo o material presente nas diversas profundidades do solo original.

O local contém também um tipo de rocha que é muito denso e muito brilhante, diferente de qualquer tipo de rocha já estudado em Marte, podendo ser o leito de um antigo lago. Essas rochas serão o primeiro alvo da missão em busca de sinais de moléculas orgânicas.

Em 2006, mais de 100 cientistas começaram a considerar cerca de 30 locais de pouso em Marte, durante eventos realizados em todo o mundo. Quatro candidatos foram selecionados em 2008.

A seleção final incluiu, além do interesse geológico, questões de segurança para o pouso. A Cratera Gale foi a eleita.

NASA seleciona local de pouso do robô Curiosidade em Marte
Um estágio de aterrissagem, chamado Sky Crane (guindaste celeste) permitirá que o Curiosidade desça suavemente sobre o solo, já pronto para começar a trabalhar. [Imagem: NASA]

Robô atômico

O robô Curiosidade é duas vezes maior e mais de cinco vezes mais pesado do que os robôs Spirit e Opportunity. Sua alimentação será fornecida por um pequeno reator atômico.

Seus 10 instrumentos científicos incluem dois para realizar análises de amostras de rocha em pó, que o braço robótico da sonda irá recolher.

Ao contrário dos outros robôs marcianos, que desceram dentro de gigantescas bolas infláveis, que saíram pulando pelo solo, o Curiosidade descerá de forma mais suave, a bordo de um guindaste controlado por foguetes.

O Curiosidade irá além da estratégia de "seguir-a-água" dos outros robôs marcianos. Seus equipamentos científicos poderão identificar outros ingredientes da vida, como os compostos orgânicos, os blocos de construção da biologia à base de carbono.





Outras notícias sobre:

Mais Temas