Espaço

Divulgada a maior imagem já feita do Universo

Imagem do Universo

Foi divulgada na tarde desta terça-feira, no 217º encontro da American Astronomical Society, a maior imagem já feita do Universo.

Mas é melhor contentar-se com a animação mostrada acima: a imagem tem mais de um trilhão de pixels, o que significa que seriam necessárias 500 mil TVs Full HD, colocadas uma ao lado da outra, para visualizá-la na sua resolução máxima.

O retrato do universo levou uma década para ser montado. E está longe de ser definitivo: o anúncio faz parte da oitava divulgação de dados do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), sendo apenas a primeira da fase três do projeto.

Os dados agora liberados ao público contêm imagens de 14.555 graus quadrados do céu (ou mais que um terço de toda a esfera celeste) e espectros de mais de 800 mil galáxias, 100 mil quasares e 500 mil estrelas para análise científica.

Céu para o povo

O SDSS é um ambicioso projeto que pretende cobrir mais de um quarto do céu, produzindo mapas tridimensionais de galáxias e quasares com cerca de 1 milhão de pixels cada um.

O projeto está exercendo um enorme impacto na astronomia mundial. Suas imagens são a base de projetos abertos ao público, como o Galaxy Zoo (www.galaxyzoo.org), em que 250 mil voluntários ajudaram a classificar milhões de galáxias captadas pelo SDSS, e o Google Sky (www.google.com/sky).

Importantes descobertas recentes acerca do Universo basearam-se nos dados do projeto:

Brasil no SDSS

O Brasil participa do Sloan Digital Sky Survey, sob a coordenação do recém-criado Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LineA), sob a direção do astrofísico Luiz Nicolaci da Costa, do Observatório Nacional.

A equipe nacional participa tanto das pesquisas científicas quanto da distribuição dos dados, que é feita por meio da infraestrutura computacional montada para o LineA.

Com investimentos de cerca de R$ 5 milhões, o laboratório está armazenando 12 terabytes de dados provenientes do SDSS.

Formado por pesquisadores do ON, do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), todas instituições do Rio de Janeiro, o LineA aproveitou a ocasião para lançar sua página na internet, no endereço www.linea.gov.br.





Outras notícias sobre:

Mais Temas