Destaques e Imagens

Maior radiotelescópio do mundo fica mais próximo da realidade

Maior rádiotelescópio do mundo mais próximo da realidade
[Imagem: Xilos Studios]

Radiotelescópio gigante

O SKA (Square Kilometre Array) será o maior radiotelescópio do mundo, 50 vezes mais preciso do que os instrumentos atuais.

Espera-se que o SKA seja capaz de pesquisar algumas das principais questões sobre o nosso Universo, incluindo a busca por planetas semelhantes à Terra e potenciais sinais de vida extraterrestre, a descoberta dos primeiros objetos que se formaram no Universo, testar as teorias da gravidade e analisar os mistérios da energia escura.

Em projeto desde os anos 1990, o SKA agora deu um passo fundamental rumo à sua construção de fato, entrando na fase preparatória, onde serão feitas escolhas entre os diversos designs possíveis e a atribuição de responsáveis pelos custos.

Os cientistas esperam que o SKA possa começar a ser construído em 2011, o permitiria que as primeiras observações científicas fossem feitas já em 2014. O rádio-telescópio completo só ficará pronto por volta de 2020.

3.000 km de antenas

A imagem mostra uma visão artística do núcleo principal do SKA, quando ele estiver pronto.

O núcleo é formado por um conjunto de antenas planas e um número ainda não definido de antenas parabólicas - o número definitivo depende do diâmetro das antenas, com a maioria dos argumentos hoje defendendo algo em torno de 15 metros.

Qualquer que seja o diâmetro, contudo, o número total de antenas será contado em vários milhares.

O núcleo central mostrado na imagem, que ocupará uma área de um milhão de metros quadrados, conterá apenas 20% da área de coleta de informações. Núcleos menores, cada um com 28 antenas, se espalharão a partir desse centro.

A 5 km do centro, o SKA terá 50% de sua capacidade instalada, chegando a 75% num raio de 150 km. Os núcleos mais externos, formando um conjunto de 5 braços espiralados, estarão a 3.000 quilômetros do centro.





Outras notícias sobre:

Mais Temas