Plantão

As incríveis montanhas de gelo flutuantes de Plutão

As incríveis montanhas flutuantes de gelo de Plutão
[Imagem: NASA]

Montanhas que andam

No coração de Plutão, misteriosas colinas estão desafiando os cientistas da Nasa.

A agência divulgou novas imagens, feitas pela sonda New Horizons, que mostram o que parecem ser montanhas flutuantes na superfície do planeta anão, aparentes formações de gelo de quilômetros de extensão, suspensas sobre um oceano de nitrogênio congelado.

A suspeita é que essas montanhas flutuantes misteriosas sejam fragmentos de água congelada que lembram os icebergs da Terra.

Os blocos congelados se juntam formando cadeias montanhosas de até 20 quilômetros de extensão.

Acredita-se que o Plano Sputnik tenha-se formado após um grande impacto na superfície de Plutão, que foi preenchido com uma mistura de água congelada, nitrogênio e amoníaco.

As colinas podem flutuar porque o gelo de nitrogênio é bem mais denso do que o gelo de água.

Movimentos convectivos

As colinas, localizadas na vasta planície de gelo batizada informalmente de Plano Sputnik, são como versões em miniatura das montanhas maiores e mais variadas da extremidade oeste dessa planície.

Elas seriam como fragmentos de planaltos acidentados que se separaram e estão sendo levados pelos glaciares de nitrogênio até o Plano Sputnik.

Essas cadeias de colinas em movimento são formadas na trilha dos glaciares. Quando entram no terreno em formato de células da região central do Plano Sputnik, passam a ser influenciadas pelos movimentos convectivos (movimento ascendente ou descendente de matéria em um fluido) do nitrogênio congelado, e são empurradas para a extremidade das células.





Outras notícias sobre:

Mais Temas