Mecânica

Motor híbrido modificado atinge 42 km/litro

Redação do Site Inovação Tecnológica - 01/10/2013

Motor híbrido modificado atinge 42 km/l
O grupo redesenhou o motor diesel convencional de um VW Golf - na Europa, os carros de passeio são disponíveis em versões a diesel. [Imagem: Tobias Ott/ETH Zurich]

Motor de alta eficiência

Engenheiros do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, desenvolveram um motor de combustão interna que emite menos da metade do CO2 em comparação com um motor comum, sem comprometer o desempenho.

Isto se traduz em motor com um consumo de combustível de 42 km/l (quilômetros por litro).

O grupo redesenhou o motor diesel convencional de um VW Golf - na Europa, os carros de passeio são disponíveis em versões a diesel - para que ele rode com 90% de gás natural.

Para que isso fosse possível, eles desenvolveram um sistema inédito de controle eletrônico, que é o grande responsável pela eficiência do motor.

Em vez de uma vela de ignição, como é normal nos motores a gás natural, o motor híbrido tem sua combustão disparada por uma pequena quantidade de diesel injetado diretamente dentro do cilindro - um sistema conhecido como injeção direta, comum em motores diesel.

Com isto, obteve-se uma combustão com uma eficiência máxima de 39,6%, mais do que o dobro dos motores convencionais.

Motores híbridos diesel-gás natural

Já existem motores híbridos diesel-gás natural no mercado, mas eles são usados industrialmente, onde a energia é gerada e consumida no mesmo lugar - por exemplo, para operar máquinas de grande porte.

"Em um veículo, a velocidade do motor e a carga [a que ele está sujeito] mudam constantemente, o que significa que o sistema de controle do motor é muito mais complicado," explica Tobias Ott, principal responsável pela criação do motor.

O grande feito de Ott foi desenvolver um inovador controle eletrônico de combustão, baseado em sensores que medem a pressão nos cilindros de forma contínua.

Utilizando algoritmos de controle, o engenheiro conseguiu adaptar a quantidade e a temporização do diesel continuamente, criando um motor com uma eficiência muito maior.

Os pesquisadores também juntaram um pequeno motor elétrico ao motor diesel-gás natural para tentar reduzir ainda mais o consumo. No entanto, ele pode ser instalado em um veículo sem essa hibridização elétrica, o que será importante para sua produção industrial em larga escala.

Bibliografia:

Hybrid-Electric Vehicle with Natural Gas-Diesel Engine
Tobias Ott, Christopher Onder, Lino Guzzella
Energies
Vol.: 6(7), 3571-3592
DOI: 10.3390/en6073571
Outras notícias sobre:

Mais Temas