Espaço

Depois de Plutão, sonda New Horizons tem novo destino

NASA escolhe novo destino para sonda New Horizons
Depois do asteroide, a sonda espacial continuará se afastando do Sistema Solar, rumo ao espaço interestelar. [Imagem: NASA/JHUAPL/SwRI/Alex Parker]

Novo Plutão

A NASA escolheu um asteroide nos confins do Sistema Solar para ser visitado pela sonda espacial New Horizons, que fez as primeiras imagens de Plutão no início de Agosto.

A sonda espacial viaja a uma velocidade alta demais, o que impediu que ela entrasse em órbita de Plutão. Isso foi necessário para que a missão pudesse ser completada em um tempo razoável de 10 anos, desde o seu lançamento.

Ao tangenciar o planeta anão, a New Horizons revelou um corpo celeste avermelhado e com um enorme coração na superfície - a maioria das informações sobre Plutão ainda está por ser revelada pelos cientistas da missão, que continuam analisando os dados coletados durante o rápido sobrevoo.

Além do horizonte

Como a sonda New Horizons ainda tem uma reserva de combustível, será possível redirecioná-la para tangenciar outro corpo celeste, ainda mais distante do que Plutão.

O objeto é chamado 2014 MU69, um asteroide com dimensões que se calcula entre 25 e 45 quilômetros. O tamanho real depende da reflexividade da sua superfície. Assim, pode ser um asteroide escuro e maior, ou um asteroide brilhante e menor.

Os astrônomos não sabem o que vão encontrar, uma vez que levou quase duas semanas de observação com o telescópio espacial Hubble para fazer uma imagem borrada do 2014 MU69.

Os cálculos indicam que o asteroide será alcançado no dia 1º de Janeiro de 2019.

Depois disso, a sonda New Horizons prosseguirá sua viagem rumo ao espaço interestelar, afastando-se do Sistema Solar. Ela continuará enviando dados até 2030, quando deverá esgotar seu combustível nuclear.





Outras notícias sobre:

Mais Temas