Mecânica

Navio cargueiro a vela não dependerá de petróleo

Primeiro navio de carga que não depende de petróleo
O sistema de velas sem cabos já foi testado em veleiros de competição. [Imagem: B9 Energy Group]

Navios "pós-carbono"

Os navios a vela vão definitivamente voltar a fazer parte da paisagem dos oceanos e mares.

O grupo B9 Energy anunciou o início dos esforços para a construção de um navio de grande porte que não dependerá do petróleo.

O navio, também chamado B9, usará o sistema de velas dyna-rig, que usa mastros independentes, autoportantes e retráteis, o que dispensa os cabos.

Para os tempos de calmarias, ele contará ainda com um motor tradicional, alimentado por biometano, um gás liquefeito produzido a partir de biomassa.

Segundo Kevin Forshaw, um dos participantes do projeto, o consórcio irá "ajudar a desenvolver técnicas viáveis de propulsão para a navegação em uma era de economia pós-carbono".

Projeto holístico

O B9 está com seu projeto sendo avaliado em tanque de provas e túnel de vento.

O objetivo é aprimorar o desenho do casco, para que ele se adapte às exigências do sistema dyna-rig.

Serão avaliados diversos formatos de casco, a fim de obter o máximo de velocidade com a tração gerada pelas velas, ao mesmo tempo mantendo as exigências para atracação nos diversos portos ao redor do mundo.

Serão testados também os parâmetros de segurança na operação do navio em variadas condições meteorológicas.

"Nós estamos projetando o B9 holisticamente, buscando super-eficiência, combinando a tecnologia dos barcos de corrida com a arquitetura naval mais moderna. Nós estamos combinando tecnologias comprovadas de formas totalmente novas, para desenvolver navios 100% livres de petróleo," disse Diane Gilpin, diretora do grupo B9.





Outras notícias sobre:

Mais Temas