Espaço

Nave espacial europeia será testada em janeiro

ESA testará sua nova nave espacial
A IXV fará uma reentrada totalmente autônoma, com seu voo sendo o tempo todo controlado por motores e flaps aerodinâmicos.[Imagem: ESA/J.Huart]

Nave de reentrada

Menos de três anos depois de dar o sinal verde para a construção de sua primeira nave espacial retornável, a agência espacial europeia (ESA) agendou o primeiro teste de seu protótipo.

O IXV (Intermediate eXperimental Vehicle, ou Veículo Experimental Intermediário) fará seu primeiro teste de reentrada na atmosfera em Janeiro de 2012, em preparação para sua entrada em operação em 2014.

Lançado a partir do Espaçoporto Europeu, na Guiana Francesa, a bordo de um foguete Vega, a nave experimental atingirá uma órbita de 450 quilômetros de altitude, mais alta do que a órbita padrão da Estação Espacial Internacional.

Isto permitirá que a nave atinja uma velocidade de 7,5 km/s durante a reentrada na atmosfera, atingindo as marcas hipersônicas e supersônicas necessárias para testar tecnologias inéditas, nunca antes usadas em veículos espaciais.

Voo autônomo controlado

Ao contrário dos ônibus espaciais, a IXV fará uma reentrada totalmente autônoma, com seu voo sendo o tempo todo controlado por motores e flaps aerodinâmicos.

Esses flaps espaciais foram testados com sucesso em laboratório no último mês de Julho.

Depois de já totalmente na atmosfera, a nave será trazida ao solo por pára-quedas, completando um teste extremamente realístico - o lançamento equivalerá a uma missão real completa da nave, quando em operação definitiva.

Se tudo der certo, começará a fase final de montagem da primeira IXV real, que deverá fazer seu voo de estreia entre Janeiro e Setembro de 2014.

A ESA também já iniciou a construção do centro comando da missão IXV em terra, incluindo o prédio de controle da missão, os sistemas de telemetria e rastreamento, as antenas móveis e a rede de comunicações.

Foguete Vega

O teste também valerá para a validação final do foguete Vega, que ainda não está em operação comercial.

O Vega pode levar ao espaço cargas de até 2.500 kg, dependendo do tipo e da altitude da órbita - a referência é uma carga de 1.500 kg a uma altitude de 700 quilômetros.

A nave IXV pesa 1.800 kg, e terá versões para carga e para tripulantes.





Outras notícias sobre:

Mais Temas