Robótica

Pele eletrônica com pelos tem sensibilidade quase humana

Peles eletrônicas ganham pelos e uma sensibilidade quase humana
Os pelos artificiais detectam de uma leve brisa até pesos de 5kg. [Imagem: Jian Zhang et al. - 10.1021/acsami.6b14236]

Pele artificial com pelos

As peles eletrônicas estão ficando cada vez melhores, acenando com aplicações como detecção de temperatura, pressão, níveis de oxigênio e de diluição alcoólica no sangue - já existem protótipos prometendo até mesmo um sexto sentido magnético para os humanos.

Mas nenhuma delas até agora contava com uma característica essencial que permite que nossa pele natural nos dê informações sobre uma gama muito grande de situações: os pelos.

Jian Zhang, do Instituto de Tecnologia de Harbin, na China, supriu essa deficiência construindo uma pele artificial dotada de pelos artificiais, tudo se juntando para oferecer um desempenho inédito.

Zhang usou minúsculos filamentos metálicos de cobalto recobertos por uma substância vítrea para construir os pelos artificiais flexíveis, que foram então incorporados em uma matriz de silicone.

Brisa e pouso de uma mosca

A "pele eletrônica peluda" conseguiu alguns feitos inéditos, detectando uma leve brisa e o pouso de uma mosca, de um lado - para demonstrar sua alta sensibilidade -, e pesos de 5 quilogramas, de outro - para demonstrar sua resiliência.

Quando foi usada para revestir os dois "dedos" de uma garra robótica, a pele eletrônica com pelos conseguiu identificar quando o objeto estava escorregando por entre as garras, assim como as forças de fricção necessárias para reter o objeto.

A equipe afirma que esta nova categoria de peles eletrônicas de alta sensibilidade poderá encontrar usos além da robótica, sobretudo em próteses e implantes médicos.

Bibliografia:

Biomimic Hairy Skin Tactile Sensor Based on Ferromagnetic Microwires
Jian Zhang, Lifeng Hao, Fan Yang, Weicheng Jiao, Wenbo Liu, Yibin Li, Rongguo Wang, Xiaodong He
ACS Applied Materials & Interfaces
Vol.: 8 (49), pp 33848-33855
DOI: 10.1021/acsami.6b14236




Outras notícias sobre:

Mais Temas