Informática

Pixel de cristal para vídeo holográfico

Pixel de cristal para vídeo holográfico
Este é o gerador de pixels holográficos que serve de base para os monitores 3D que já estão sendo construídos pela equipe. [Imagem: D.Smalley/BYU]

Vídeo holográfico

Pesquisadores desenvolveram um componente que pode viabilizar os monitores holográficos de vídeo - uma espécie de gerador de pixel holográfico.

A holografia promete filmes 3D reais, permitindo, por exemplo, andar em volta dos objetos sendo mostrados. Contudo, apesar de algumas demonstrações pioneiras, vídeos holográficos de qualidade têm-se mantido como privilégio dos personagens da ficção científica.

Agora, Andre Henrie e colegas da Universidade Brigham Young e do MIT criaram um novo componente para a manipulação da luz que eles afirmam ser adequado para a construção de monitores de vídeo holográfico grandes a preços acessíveis - e eles já estão construindo um.

Para formar os pixels 3D da imagem holográfica, é necessário manipular a luz de forma muito precisa, incluindo sua inclinação e sua cor. O novo componente usa ondas acústicas superficiais para formar um padrão dinâmico de linhas que por sua vez controlam o ângulo de difração da luz e a sua composição de cor.

Pixel holográfico

Tudo acontece na superfície de um cristal de niobato de lítio (LiNbO3), um cristal que possui memória sonora e que já foi usado em outras demonstrações de vídeos holográficos pela mesma equipe.

Abaixo da superfície do cristal foram escavados canais microscópicos que confinam a luz, formando guias de onda. Um eletrodo metálico é então depositado em cada guia de onda, para produzir as ondas acústicas superficiais e controlar cada canal de luz.

Isto permite separar a luz em cores para criar um monitor de vídeo que os pesquisadores chamam de "tela de comprimentos de ondas": "Nós não precisamos depender de filtros de cores ou de pixels azuis ou vermelhos dedicados," explica o professor Daniel Smalley.

Sala de vídeo

As guias de ondas escavadas nas fitas de filmes de cristal permitem qualquer combinação de cores na saída simplesmente alterando a frequência do sinal de entrada, que funciona como um "pixel branco".

"Nós podemos usar esta tecnologia para fabricar telas de guias de onda simples e baratas - incluindo telas de vídeo holográficas de baixo custo. Isto deverá derrubar o custo de uma tela holográfica de vídeo de dezenas de milhares de dólares para menos de mil dólares," disse Smalley.

E a equipe anunciou que já está trabalhando nos primeiros protótipos - grandes o suficiente para ocupar uma sala inteira, garantem eles.

Bibliografia:

Frequency Division Color Characterization Apparatus for Anisotropic Leaky Mode Light Modulators
Andre Henrie, Benjamin Haymore, Daniel E. Smalley
Review of Scientific Instruments
Vol.: 86, 023101
DOI: 10.1063/1.4906329




Outras notícias sobre:

Mais Temas