Meio ambiente

Poeira lunar ajuda a melhorar previsão do tempo na Terra

Poeira lunar ajuda a melhorar previsão do tempo na Terra
O sistema a laser mede o tamanho das gotas de chuva com alta precisão e confiabilidade, uma informação que não está disponível hoje para os meteorologistas.[Imagem: NASA/Jim Grossmann]

Poeira e chuva

Um físico da NASA estava trabalhando em um sistema para proteger os locais de pouso da Apollo na Lua.

Ao fazer seus testes, ele se deu conta de ter inventado um sistema para melhorar a previsão do tempo aqui na Terra.

John Lane descobriu que o laser e o que refletor que ele está desenvolvendo para monitorar a poeira lunar também pode determinar com precisão o tamanho das gotas de chuva.

Os radares e outros sistemas meteorológicos usados hoje fazem estimativas do tamanho das gotas da chuva, mas nenhum equipamento existente consegue medi-las.

Segundo momento

O valor medido pelo sistema a laser de Lane é chamado de "segundo momento da distribuição de tamanho", que especifica a área de seção transversal média das gotas de chuva que passam através do feixe de laser.

"Não é sempre que você está estudando a poeira lunar e acaba gerando benefícios para a previsão do tempo," comentou Phil Metzger, também da NASA, que agora está preparando a tecnologia para repassá-la aos meteorologistas.

Lane disse que a informação adicional será útil para complementar os complexos cálculos de computador usados para determinar as condições atuais e a previsão do tempo no futuro imediato.

"Nós poderemos refinar os modelos computadorizados do clima para torná-los mais precisos," disse ele.

Proteção dos locais de pouso na Lua

Tudo começou quando a NASA decidiu descobrir o dano que poderá ser causado por foguetes que desçam na Lua sobre os seis locais históricos onde as naves Apollo pousaram, entre 1969 e 1972.

Na ausência de poeira na atmosfera, Lane e Metzger decidiram usar a chuva como laboratório para calibrar seu sistema.

Eles logo viram que as leituras do laser tinham uma correlação direta com a dimensão das gotas.

Testes adicionais mostraram que o equipamento mede o tamanho das gotas de chuva com alta precisão e confiabilidade.

Um sistema também baseado em laser, chamado LIDAR, está sendo usado por pesquisadores da USP para monitorar os poluentes na atmosfera.





Outras notícias sobre:

Mais Temas