Anúncios





Meio ambiente

Queimar o lixo reduz a emissão de gases causadores do efeito estufa

Redação do Site Inovação Tecnológica - 20/12/2007

Queimar o lixo reduz a emissão de gases causadores do efeito estufa
Material capaz de absorver óleo, feito a partir da reciclagem de tecidos.[Imagem: Muovix Oy, Dafecor Oy]

Queimar o lixo pode ser mais ambientalmente correto e ajudar mais a diminuir a emissão de gases causadores do efeito estufa do que simplesmente armazená-lo em aterros sanitários. A conclusão é de uma equipe de pesquisadores finlandeses que analisou os impactos ambientais de lixões e os custos envolvidos em vários conceitos diferentes de gerenciamento de resíduos.

Coleta de metano

Além da queima do lixo, a coleta do metano gerado nos lixões também tem grande impacto, já que este é um dos principais gases causadores do efeito estufa. O metano coletado tanto pode ser utilizado na geração de energia quanto simplesmente queimado - ainda assim os impactos são positivos.

Comparado com o dióxido de carbono, o metano é 20 vezes mais forte na alimentação do efeito estufa. Os aterros sanitários geram 4% do metano produzido pela ação do homem.

Compostagem e os biodigestores

De acordo com o estudo, métodos de tratamento do lixo biodegradável - como a compostagem e os biodigestores - reduzem as emissões de gases causadores do efeito estufa em comparação com o simples depósito do lixo. A produção de biogás apresenta mais reduções do que a compostagem, desde que o biogás seja utilizado para produção de calor, eletricidade ou combustível. A eficiência é ainda maior se os diversos componentes do lixo forem separados ainda na origem.

Materiais recicláveis

Outro resultado do estudo, que pode causar maior surpresa, é o fato de que o uso de materiais recicláveis nem sempre reduz a emissão dos gases causadores do efeito estufa. O resultado é baseado na comparação da análise do ciclo de vida de produtos feitos de materiais reciclados e de materiais virgens.

A redução nas emissões são normalmente atingidas quando os materiais recicláveis substituem os combustíveis fósseis. Se o material substituído for de origem biótica, nem sempre é possível obter reduções.

Gerenciamento do lixo

Segundo os pesquisadores, os sistemas de gerenciamento de depósitos de lixo são complexos e não é possível elaborar normas que sejam universalmente válidas e nem que sejam economicamente viáveis para todas as situações. Cada uma das alternativas possíveis de gerenciamento do lixo deve ser analisada para cada situação em particular.

Bibliografia:

Reducing Greenhouse Gas Emissions by Recycling Plastics and Textiles into Products
Marja-Riitta Korhonen, Helena Dahlbo
The Finnish Environment 30/2007
2007
DOI: ISBN 978-952-11-2795-3
http://www.ymparisto.fi/download.asp?contentid=74073&lan=en
Outras notícias sobre:

Mais Temas