Energia

Radar filma pessoas através das paredes

Radar filma pessoas através das paredes
Este é o protótipo da antena do radar, que os cientistas planejam reduzir para colocar em um automóvel. [Imagem: MIT Lincoln Laboratory]

Pesquisadores do MIT, nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que consegue enxergar através das paredes.

O equipamento opera com aquisição de dados e processamento de imagens em tempo real, o que significa que ele gera um filme das pessoas se movendo por detrás de um muro de concreto.

Radar pessoal

O sistema demonstrou a capacidade de capturar imagens de boa qualidade com uma velocidade de 10 quadros por segundo, através de blocos de 10 centímetros e de 20 centímetros de espessura, bem como de concreto, com o equipamento localizado a cerca de seis metros de distância da parede.

"Nós estimamos o alcance máximo em aproximadamente 20 metros quando se olha através de uma parede de concreto de 20 centímetros," disse o Dr. Gregory Charvat, um dos desenvolvedores do radar.

O sistema diminui o tempo de coleta de dados através de uma parede de 1,9 segundo obtido anteriormente para menos de 100 milissegundos.

O sistema explora um fenômeno bem conhecido: embora não seja possível ver através das paredes usando a luz visível, é possível disparar comprimentos de onda maiores sobre uma uma parede e coletar um fraco sinal de dispersão que é representativo do que está por trás da parede.

Filme por trás das paredes

A qualidade da imagem é suficientemente alta para definir vários seres humanos por trás de uma parede.

As pessoas foram visualizadas através dos três tipos de parede testadas estando em movimento ou paradas - o mais totalmente paradas que conseguiram, o que incluiu segurar a respiração.

Como os seres humanos de fato não conseguem ficar absolutamente imóveis, movendo-se ligeiramente por mais que tentem ficar parados, o sistema de radar detecta os pequenos movimentos usando técnicas chamadas de processamento coerente de radar.

Agora os pesquisadores estão trabalhando para melhorar o processamento de imagens de modo que a tela do radar mostre imagens mais facilmente interpretáveis do que as "bolhas" que são vistas neste primeiro protótipo.

Charvat diz que o projeto para o futuro inclui planos para montar o sistema em um veículo e testá-lo em uma grande variedade de paredes e nas estruturas urbanas mais comuns.





Outras notícias sobre:

Mais Temas