Robótica

Toyota apresenta robô de transporte pessoal e tocador de violino

Moisés de Freitas - 07/12/2007

Robô de transporte pessoal e tocador de violino

Que tal ir para o alto de uma montanha e curtir a paisagem ouvindo o seu robô-assistente tocando violino, sem desafinar, como só os robôs sabem fazer? Subir montanha não é muito a sua praia? Não se preocupe, porque a Toyota acaba de viabilizar as duas coisas.

Robô capaz de tocar violino

O robô-tocador-de-violino foi criativamente batizado de "Robô Tocador de Violino". São nada menos do que 17 juntas nos braços e nas mãos do novo robô humanóide, o que o torna capaz de assumir posições de forma muito semelhante ao ser humano. Segundo a empresa, o robô toca violino com um vibrato muito semelhante ao de um músico humano.

Para levar você montanha acima, a empresa apresentou também o seu "robô mobilidade". Batizado de Mobiro, parece tratar-se de uma versão aprimorada do robô carregador apresentado em 2005 (veja a reportagem Toyota lança robô que carrega passageiro e anda de verdade), mas sem o design do i-unit (Toyota apresenta seu carro-conceito, primo do seu recém-lançado robô).

Robôs assistentes

Segundo nota de divulgação liberada pela empresa, o objetivo de seus robôs assistentes é auxiliar as pessoas em quatro tarefas básicas: 1) tarefas domésticas (como tocar violino, por exemplo); 2) companhia e cuidados médicos, 3) operação em fábricas e 4) transporte pessoal por curtas distâncias.

O "Robô Mobilidade" tem uma autonomia de 20 quilômetros, mas suas baterias podem ser recarregadas em apenas um hora. Ele anda a até 6 km/h e consegue subir aclives de até 10 graus - talvez tenhamos que deixar nossa sonata no alto da montanha para uma próxima versão.

Das tecnologias incorporadas nos novos robôs, a que mais chamou a atenção é que o Sr. Mobilidade consegue seguir uma pessoa devidamente identificada, o que permite que ele funcione como um carregador de compras de supermercado ou, por exemplo, para levar uma pessoa debilitada ou deficiente para passear consigo no shopping.

Outras notícias sobre:

Mais Temas