Energia

Bateria fina e flexível é tecida na roupa

Redação do Site Inovação Tecnológica - 09/02/2012

Roupas eletrônicas: bateria flexível pode ser tecida
A bateria é fabricada em folhas, com a espessura e textura semelhantes às do couro. Depois ela pode ser cortada em qualquer espessura, espessura essa que vai determinar a tensão que ela fornece. [Imagem: Maksim Skorobogatiy]

Roupas eletrônicas

Em busca das roupas inteligentes, cientistas já conseguiram fabricar até mesmo transistores de algodão, o que está permitindo tecer os primeiros circuitos lógicos na própria malha do tecido.

Roupas eletrônicas prometem o máximo de portabilidade, com o aparelho eletrônico sendo simplesmente vestido.

Mas você ainda precisaria reservar um bolso para levar a bateria para alimentar sua camisetaPad.

Não mais, porque engenheiros canadenses acabam de criar baterias totalmente flexíveis.

Com a estrutura de fios grossos, as baterias flexíveis foram incorporadas em um tecido de algodão comum, acionando um conjunto de LEDs também tecidos na própria roupa.

Bateria de lítio flexível

O Dr. Maksim Skorobogatiy e seus colegas da Escola Politécnica de Montreal construíram sua bateria fazendo um sanduíche de um eletrólito de oxipolietileno com dois eletrodos, um de fosfato de ferro-lítio (catodo) e outro de titanato de lítio (anodo).

São todos materiais sólidos e, embora não tão flexíveis quanto os fios de algodão - sua textura lembra mais o couro - oferecem uma solução mais adequada para as roupas inteligentes do que carregar uma bateria no bolso.

Roupas eletrônicas: bateria flexível pode ser tecida
Um tecido já com os fios-bateria incorporados na trama. [Imagem: Maksim Skorobogatiy]

Na verdade, como primeira bateria recarregável de íons de lítio totalmente sólida e ainda flexível, a inovação merece seu próprio desfile de moda.

Roupa de segurança

E o Dr. Skorobogatiy afirma que a capacidade de energia das suas baterias flexíveis é surpreendente.

Segundo ele, uma "roupa de segurança", totalmente trançada com seus fios-bateria, fornece energia suficiente para salvar vidas, podendo emitir sinais de alerta ou mesmo alimentar um desfibrilador.

No momento, o único inconveniente é que a bateria flexível não é lavável.

Outra tecnologia que está sendo pesquisada para alimentar as roupas eletrônicas e outros aparatos portáteis são os nanogeradores, que ainda têm potência muito baixa para alimentar aparelhos como celulares ou tablets.

Roupas eletrizantes poderão alimentar seu celular

Bibliografia:

Flexible, Solid Electrolyte-Based Lithium Battery Composed of LiFePO4 Cathode and Li4Ti5O12 Anode for Applications in Smart Textiles
Y. Liu, S. Gorgutsa, Clara Santato, M. Skorobogatiy
Journal of The Electrochemical Society
Vol.: 159, Issue 4, pp. A349-A356
DOI: 10.1149/2.020204jes
Outras notícias sobre:

Mais Temas