Eletrônica

Sinapses eletrônicas: agora em versão orgânica

Sinapses eletrônicas: agora em versão orgânica
Diagrama do memristor de plástico, cujos componentes principais são compostos orgânicos. [Imagem: V. A. Demin et al. - 10.1016/j.orgel.2015.06.015]

Computadores inteligentes

O memristor é o quarto componente fundamental da eletrônica, por muito tempo considerado o elo perdido da eletrônica por ser capaz de viabilizar a construção de computadores que aprendem.

Embora tecnicamente semelhante aos resistores, a resistência elétrica em um memristor é dependente da carga elétrica que passa através dele, o que significa que ele altera constantemente suas propriedades em resposta a um sinal externo.

Ou seja, um memristor tem uma memória e, ao mesmo tempo, é capaz de modificar os dados codificados por seu estado de resistência. É isto que torna o memristor similar a uma sinapse, uma conexão entre neurônios no cérebro, capaz de modificar a eficiência da transmissão dos sinais sob a influência da própria transmissão - uma "plasticidade eletrônica", que permite construir redes neurais "verdadeiras".

Agora, esses componentes ficaram ainda mais próximos de seus análogos biológicos.

Memristores orgânicos

Uma equipe da Rússia e da Itália levou os princípios da eletrônica orgânica para esses novos componentes promissores, construindo memristores poliméricos, ou orgânicos.

Usando uma solução de polianilina, um substrato de vidro e eletrodos de cromo, a equipe construiu uma rede neural feita inteiramente de memristores plásticos.

Em comparação com os padrões da eletrônica, os memristores plásticos ainda são enormes, batendo na faixa dos milímetros.

Mas a equipe ressalta que já é o suficiente para pensar em sua utilização em alguns nichos, como visão de máquina, sintetização de voz e outros sistemas sensoriais, e também para sistemas de controle inteligentes em vários campos de aplicação, incluindo robôs autônomos.

Bibliografia:

Hardware elementary perceptron based on polyaniline memristive devices
V. A. Demin, V. V. Erokhin, A. V. Emelyanov, S. Battistoni, G. Baldi, S. Iannotta, P. K. Kashkarov, M. V. Kovalchuk
Organic Electronics
Vol.: 25, Pages 16-20
DOI: 10.1016/j.orgel.2015.06.015




Outras notícias sobre:

Mais Temas