Robótica

Sistema cria criaturas robóticas que andam de verdade

Sistema cria criaturas robóticas que andam de verdade
Exemplos de criaturas robóticas construídas a partir do novo sistema de projeto para iniciantes - à esquerda, o projeto, à direita a máquina pronta. [Imagem: Disney Research]

Robôs para iniciantes

Uma equipe internacional de pesquisadores, financiados pela Disney Research, criou um sistema de projetos para impressoras 3D capaz de criar criaturas robóticas totalmente funcionais - que andam de verdade.

O programa foi desenvolvido para ser utilizado por pessoas iniciantes, sem prática de engenharia, robótica ou manufatura aditiva.

O usuário pode especificar a forma, o tamanho e a quantidade de pernas da criatura robótica usando ferramentas de edição simples.

O sistema garante que o desenho resultante será capaz de se mover como desejado e não vai simplesmente cair por falta de equilíbrio. Mas o usuário pode alterar até o gingado da criatura conforme ela anda.

"O progresso na tecnologia de fabricação aditiva está tornando mais e mais fácil construir robôs personalizados, mas projetar um robô funcional continua a ser um desafio difícil, que exige um engenheiro experiente. Nosso novo sistema de projeto pode preencher esta lacuna, e deverá ser de grande interesse para entusiastas de tecnologia e a comunidade fabricante em geral," disse Markus Gross, membro da equipe, que conta com pesquisadores da Disney Research, Universidade Carnegie Mellon e ETH de Zurique.

Robôs sob demanda

A interface de projeto tem duas janelas principais: uma que permite a edição da estrutura e movimento do robô, e outra que mostra como essas mudanças provavelmente alterarão o comportamento do robô.

O usuário pode fornecer uma descrição inicial do esqueleto da criatura e o sistema cria uma geometria inicial, colocando um motor em cada junta. O usuário pode então editar a estrutura, adicionando ou removendo motores, ou ajustando sua posição e orientação.

O sistema cuida da maior parte da tarefa tediosa de planejar o movimento do robô, embora permita que o usuário ajuste o padrão do andar e elementos estilísticos do seu movimento.

Uma vez que o processo de concepção esteja completo, o sistema gera automaticamente a geometria 3-D de todas as partes do corpo, incluindo os conectores e suportes para os motores. Esses arquivos podem então ser enviados para uma impressora 3-D para sua fabricação.

A equipe não informou como ou quando o sistema será disponibilizado para comercialização.





Outras notícias sobre:

Mais Temas