Espaço

NASA mostra imagens do Sol em frente e verso

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/02/2011

NASA mostra imagens do Sol em frente e verso
Ver o Sol simultaneamente pelos dois lados significa que nunca mais uma tempestade solar surgirá do outro lado e nos pegará de surpresa, dizem os cientistas. [Imagem: NASA]

Os dois lados do Sol

Usando duas sondas espaciais, posicionadas atrás e à frente do Sol, em relação à órbita da Terra, a NASA finalmente conseguiu fazer imagens simultâneas dos dois lados da nossa estrela.

"Pela primeira vez podemos observar a atividade solar em toda a sua glória em 3 dimensões", comemorou Angelos Vourlidas, um membro da equipe científica da missão STEREO.

Como as duas sondas ficam separadas por um pouco menos de 180º, elas na verdade "perdem" uma pequena fatia do Sol, que foi interpolada para simular a visão completa de 360 graus.

Mas essa diferença deverá diminuir e a qualidade da imagem do lado distante do Sol deverá melhorar nas próximas semanas, conforme os engenheiros alinham melhor as sondas e coletam mais imagens, melhorando os dados para a interpolação.

Física solar

"Este é um grande momento para a física solar," diz Vourlidas. "As sondas STEREO revelaram o Sol como ele realmente é - uma esfera de plasma quente e campos magnéticos tecidos em uma malha intrincada."

Cada uma das sondas STEREO fotografa metade da estrela e envia as imagens para a Terra. Os cientistas então combinam as duas imagens para criar uma esfera.

NASA mostra imagens do Sol em frente e verso
Como as duas sondas ficam separadas por um pouco menos de 180º, elas na verdade "perdem" uma pequena fatia do Sol, que foi interpolada para simular a visão completa de 360 graus. [Imagem: NASA]

Mas as fotografias não são apenas imagens comuns. Os telescópios da missão STEREO são ajustados para capturar quatro comprimentos de onda da radiação ultravioleta extrema, selecionados para rastrear os principais aspectos da atividade solar, tais como erupções, tsunamis solares e filamentos magnéticos.

Sol em 3D

E o que torna imagens simultâneas dos dois lados do Sol tão importantes?

Considere o seguinte: uma mancha solar ativa pode surgir no lado mais distante do Sol, completamente invisível da Terra. Então, a rotação do Sol traz essa região em direção ao nosso planeta, emitindo labaredas e nuvens de plasma sem nenhum aviso prévio.

Isso agora não acontecerá mais.

"As regiões ativas do outro lado do Sol já não podem mais nos pegar de surpresa. Graças à STEREO, sabemos que elas estão vindo," disse Bill Murtagh, especialistas em clima espacial, da NASA.

Outras notícias sobre:

Mais Temas