Informática

SpaceX quer lançar mais satélites do que já existe em órbita

SpaceX quer lançar mais satélites do que já existe em órbita
Ainda não está claro quem prestará os serviços, mas a tendência é que o acesso a internet via satélite domine o mundo nos próximos anos.[Imagem: Wikimedia/Juan de Dios Santander]

Internet via satélite

Depois de avançar no lançamento de satélites, com seus foguetes reutilizáveis, a empresa norte-americana SpaceX está querendo agora controlar os próprios satélites.

A empresa anunciou planos para lançar mais satélites de comunicações do que todos os que estão atualmente em órbita, a fim de oferecer banda larga superrápida para o mundo inteiro.

Em vez das órbitas geoestacionárias tradicionais, a 36.000 km de altitude, os satélites da SpaceX deverão orbitar entre 1.150 e 1.275 quilômetros acima da Terra. O projeto envolve uma constelação inicial de 1.600 satélites, seguida por 2.825 outros, todos eles formando quatro "conchas orbitais" para melhorar a cobertura.

Os detalhes do plano já foram entregues à Comissão Federal de Comunicações dos EUA.

Provedor mundial

Cada satélite será capaz de fornecer acesso à internet para qualquer pessoa dentro de uma elipse de 2.120 quilômetros de largura sob sua órbita. A SpaceX afirma que os satélites fornecerão velocidades de 1 gigabit por segundo por usuário, o que é cerca de 200 vezes mais rápido do que as velocidades médias atuais dos melhores acessos disponíveis.

A empresa afirma que, com "apenas" 800 satélites iniciais em órbita, ela será capaz de oferecer seu serviço de acesso à internet à maior parte do mundo.

Se o plano parece mirabolante demais, é bom saber que outras empresas já aventaram possibilidades similares, entre elas a Airbus, Virgin Galactic e Boeing. Os provedores por cabo e fibra que se cuidem.





Outras notícias sobre:

Mais Temas