Informática

Dasher poderá aposentar teclado e mouse

Redação do Site Inovação Tecnológica - 23/08/2002

Além do mouse e teclado

A substituição do teclado e de mouse é uma exigência para que pessoas deficientes possam usufruir dos benefícios da informática.

Mas os demais continuam a utilizar os dois velhos instrumentos. O uso disseminado do mouse e do teclado, contudo, não os torna mais eficientes ou menos rudimentares.

Um programa de código-aberto, lançado pelo Laboratório Cavendish, da Universidade de Cambridge (Inglaterra), poderá representar uma solução que, além de beneficiar os deficientes, poderá se disseminar e ser utilizado por todos os usuários do computador. Chamado de Dasher, o programa se utiliza de câmeras que rastreiam os movimentos dos olhos, transformando-os em comandos para o computador.

Digitando com os olhos

O Dasher representa um significativo avanço sobre as tecnologias já disponíveis, principalmente pela facilidade de uso e pelo desempenho.

Enquanto um digitador experimentado pode chegar a digitar 40 palavras por minuto em um teclado, um usuário normal, após cerca de uma hora de treino, pode atingir 35 palavras por minuto com o Dasher.

O programa possui uma interface na qual o alfabeto é colocado à direta da tela. Cada letra fica dentro de um retângulo colorido. Com o movimento dos olhos, o usuário "retira" as letras da direita e arrasta-as para a esquerda, onde as palavras vão sendo montadas.

À medida que o usuário escolhe uma letra, um sub-alfabeto já se forma do lado direito. Esse sub-alfabeto é formado pelas letras mais prováveis a serem utilizadas a seguir.

Por exemplo, após a escolha de uma consoante, o sub-alfabeto é formado por todas as vogais e por outras poucas letras com probabilidade de serem utilizadas. Isso aumenta significativamente a produtividade do usuário.

O Dasher poderá também significar uma revolução para dispositivos portáteis. Ele já pode ser utilizado em vários alfabetos e na maioria dos idiomas. O código-fonte está disponível no projeto SourceForge.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas