Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Informática

Caminhada virtual permite experimentar a jornada de outra pessoa

Redação do Site Inovação Tecnológica - 18/10/2019

Caminhada virtual permite experimentar a jornada de outra pessoa
O andarilho virtual pode até ficar sentado que o sistema reproduz a sensação de que está caminhando.
[Imagem: Toyohashi University of Technology]

Caminhada virtual

Pesquisadores japoneses desenvolveram um sistema de caminhada virtual.

O sistema grava uma pessoa andando e reproduz a caminhada para outros usuários ajustando toda a paisagem e a movimentação, incluindo as vibrações síncronas nos pés. A pessoa pode até ficar sentada e ainda aproveitar inteiramente a sensação do andar do outro.

Experimentos psicológicos confirmaram que as sensações de automovimento, caminhada, ação das pernas e telepresença proporcionadas pelo sistema de caminhada virtual são mais fortes do que vibrações de tempo aleatórias ou sem vibrações.

Além de permitir experiências de "turismo remoto", como visitas a locais aprazíveis ou visitas a museus, por exemplo, o sistema de caminhada virtual pode reproduzir experiências de caminhada para pessoas distantes ou com uma deficiência que possa impedi-las de caminhar no futuro, dizem os pesquisadores.

Caminhada virtual permite experimentar a jornada de outra pessoa
Esquema do sistema de gravação e reprodução da caminhada virtual.
[Imagem: Toyohashi University of Technology]

Experimentando a caminhada de outra pessoa

Como qualquer criança aprendendo a andar poderá lhe mostrar, caminhar é complicado, envolvendo várias sensações, como visão, toque, audição e propriocepção, além de exigir a execução de comandos e ações motoras. É por isso que demorou tanto para surgir um sistema de realidade virtual capaz de reproduzir a sensação de andar.

A equipe japonesa se concentrou na visão e nas vibrações dos pés porque essas sensações parecem críticas e representam um conjunto mínimo para induzir sensações de caminhada.

O sistema de gravação captura o fluxo óptico oscilante do caminhante com um par de câmeras estéreo e registra o tempo dos pés atingindo o chão usando quatro microfones embutidos em seus sapatos.

O sistema de reprodução compreende um monitor frontal típico dos sistemas de realidade virtual e quatro vibradores presos aos calcanhares e à parte anterior dos pés. Os testes confirmaram que a estimulação tátil nos pés consegue reproduzir as sensações de uma caminhada.

"Queremos desenvolver ainda mais o sistema de realidade virtual, permitindo que as pessoas andem em lugares estranhos, como na Lua ou no fundo do oceano, e possivelmente melhorando a qualidade de vida das pessoas com dificuldades de locomoção. Esta pesquisa é o primeiro passo para alcançar esses objetivos," disse o professor Michiteru Kitazaki, da Universidade de Tecnologia de Toyohashi.

Bibliografia:

Artigo: Virtual Walking Sensation by Prerecorded Oscillating Optic Flow and Synchronous Foot Vibration
Autores: Michiteru Kitazaki, Takeo Hamada, Katsuya Yoshiho, Ryota Kondo, Tomohiro Amemiya, Koichi Hirota, Yasushi Ikei
Revista: i-Perception
DOI: 10.1177/2041669519882448

Artigo: Remapping Peripersonal Space by Using Foot-Sole Vibrations Without Any Body Movement
Autores: Tomohiro Amemiya, Yasushi Ikei, Michiteru Kitazaki
Revista: Psychological Science
DOI: 10.1177/0956797619869337






Outras notícias sobre:
  • Realidade Virtual
  • Robôs
  • Software e Programação
  • Telas e Monitores

Mais tópicos