Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Materiais Avançados

Equipamento de invisibilidade de segunda geração é criado

Redação do Site Inovação Tecnológica - 26/01/2009

Equipamento de invisibilidade de segunda geração é criado
Dispositivo de invisibilidade de segunda geração, criado por cientistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.
[Imagem: Duke University]

Há poucos mais de dois anos, cientistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, demonstraram um equipamento capaz de criar "invisibilidade", baseado em metamateriais - uma classe de materiais sintéticos de estrutura complexa, não existentes na natureza.

Manto da invisibilidade 2.0

Agora, a mesma equipe apresentou uma espécie de "manto da invisibilidade 2.0", a segunda geração do metamaterial que, segundo eles, traz para mais próximo a possibilidade de tornar objetos invisíveis ao olho humano.

A maioria dos experimentos com invisibilidade trabalha na região das micro-ondas (veja Invisibilidade: o que é fato científico e o que é ficção científica).

Metamaterial mais sofisticado

O novo metamaterial é mais sofisticado, fazendo com que a invisibilidade opere em uma maior faixa de frequências do espectro eletromagnético, e não apenas na faixa das micro-ondas.

O avanço foi possível graças ao desenvolvimento de uma série de algoritmos de alta complexidade que permitem o projeto e o desenvolvimento de metamateriais mais complexos e com propriedades melhor controladas.

A estrutura do metamaterial possui características tais que permitem guiar as ondas eletromagnéticas ao redor do objeto, fazendo-as aparecer do outro lado como se elas tivessem atravessado um espaço vazio.

Diferença entre o dia e a noite

Depois que o pesquisador Ruopeng Liu terminou de desenvolver os algoritmos, o metamaterial pode ser construído e testado em apenas nove dias. O protótipo anterior, mais rudimentar, levou quatro meses para ser fabricado.

"A diferença entre o dispositivo original e o último modelo é como a diferença entre o dia e a noite," compara o professor David Smith. "O novo dispositivo consegue ocultar objetos em um espectro de ondas eletromagnéticas muito maior - virtualmente sem limites - e será muito mais fácil escalá-lo para operar na luz infravermelha e visível. O enfoque que adotamos nos ajudará a expandir e melhorar nossa capacidade de ocultar coisas sob diferentes tipos de ondas."

Aplicações dos dispositivos de invisibilidade

Smith acredita que dispositivos de invisibilidade, como os que ele e sua equipe estão desenvolvendo, terão numerosas aplicações. Eliminando os efeitos de obstruções no caminho das ondas que se propagam será possível melhorar muito as comunicações sem fios.

Equipamentos de "invisibilidade acústica" poderão funcionar como escudos protetores, evitando a penetração de ruídos, vibrações e até ondas ondas sísmicas.

Bibliografia:

Artigo: Broadband Ground-Plane Cloak
Autores: R. Liu, C. Ji, J. J. Mock, J. Y. Chin, T. J. Cui, D. R. Smith
Revista: Science
Data: 16 January 2009
Vol.: 323. no. 5912, pp. 366 - 369
DOI: 10.1126/science.1166949





Outras notícias sobre:
  • Metamateriais
  • Fotônica
  • Holografia
  • Realidade Virtual

Mais tópicos