Plantão

Duas famílias de cometas mapeados em estrela próxima

Encontradas duas famílias de cometas em torno de estrela próxima
Esta concepção artística mostra exocometas orbitando a estrela Beta Pictoris.[Imagem: ESO/L. Calçada]

Cometas jovens e velhos

Astrônomos usaram o Observatório de La Silla do ESO no Chile, para realizar o censo mais completo já feito de cometas em torno de outra estrela que não o Sol.

A equipe francesa estudou quase 500 cometas individuais que orbitam a estrela Beta Pictoris e descobriu que estes objetos pertencem a duas famílias distintas de exocometas.

Há um grupo de exocometas velhos, que já fizeram várias passagens próximo da estrela, e exocometas mais jovens, que se formaram provavelmente da destruição de um ou mais objetos maiores.

Beta Pictoris é uma estrela jovem situada a cerca de 63 anos-luz de distância do Sol. Tem apenas 20 milhões de anos de idade e encontra-se rodeada por um disco de material enorme - um sistema planetário jovem muito ativo onde o gás e a poeira são produzidos tanto pela evaporação de cometas como pela colisão de asteroides.

Um dos planetas da estrela, o Beta Pictoris b, é um dos mais estudados pelos astrônomos devido à sua proximidade, o que já permitiu sua visualização direta:

Durante quase 30 anos os astrônomos observaram variações sutis na radiação emitida por Beta Pictoris, que se pensava serem causadas pela passagem de cometas em frente da própria estrela. Os cometas são corpos pequenos - com alguns quilômetros de tamanho - ricos em gelos que se evaporam quando o corpo se aproxima da estrela, produzindo enormes caudas de gás e poeira, que podem absorver alguma da radiação que passa através delas. A fraca luz emitida pelos exocometas é ofuscada pela radiação da estrela brilhante e por isso não se conseguem obter imagens diretas destes objetos a partir da Terra.

Para estudá-los, a equipe analisou mais de 1.000 observações obtidas entre 2003 e 2011 com o instrumento HARPS, um detector de planetas montado no telescópio de 3,6 metros do ESO, no Observatório de La Silla, no Chile.

Duas famílias de cometas

Foram identificados 493 exocometas, alguns observados diversas vezes e durante algumas horas. Uma análise detalhada permitiu obter medições da velocidade e tamanho das nuvens de gás. Foram também deduzidas algumas das propriedades orbitais de cada um dos cometas, como a forma e orientação da órbita e a distância à estrela.

Os exocometas da primeira família apresentam uma variedade de órbitas e mostram atividade relativamente fraca com baixas taxas de produção de gás e poeira, o que sugere que estes cometas gastaram já o seu conteúdo em gelo durante múltiplas passagens perto de Beta Pictoris.

Os exocometas da segunda família encontram-se muito mais ativos e deslocam-se em órbitas quase idênticas, o que sugere que os membros desta família têm todos a mesma origem: provavelmente a destruição de um objeto maior cujos fragmentos se encontram numa órbita rasante da estrela Beta Pictoris.

Bibliografia:

Two families of exocomets in the Beta Pictoris system
F. Kiefer, A. Lecavelier des Etangs, J. Boissier, A. Vidal-Madjar, H. Beust, A.-M. Lagrange, G. Hébrard, R. Ferlet
Nature
Vol.: 514, 462-464
DOI: 10.1038/nature13849




Outras notícias sobre:

    Mais Temas