Plantão

Governo vai levar internet rápida para escolas públicas

Brasil inteligente

A nova versão do Programa Nacional de Banda Larga, que será chamada de Brasil Inteligente, terá como prioridade levar internet em alta velocidade para 128 mil escolas públicas urbanas e rurais em todo o país.

Segundo o ministro das Comunicações, as 28 mil escolas públicas em que a situação é pior serão atendidas até 2018.

"Queremos dar a infraestrutura necessária para que a educação seja realmente uma prioridade", disse André Figueiredo, lembrando que, atualmente, boa parte das escolas têm acesso à internet, mas em velocidade baixa, que mal dá para atender à secretaria da escola.

A meta de velocidade média nas escolas públicas será de 78 megabytes. "É uma meta ousada, pactuada com o Ministério da Educação, com a Casa Civil e com o Ministério da Fazenda", informou o ministro.

Minha Casa, Minha Fibra

Outra medida anunciada dentro do novo programa é que todas as unidades da terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida deverão ter dutos adequados para que a fibra óptica possa chegar às casas.

O programa Brasil Inteligente também prevê incentivos para a implantação de redes de fibra óptica, o lançamento de um satélite para dar cobertura de internet a todo o país, inclusive áreas remotas, e a criação de um fundo garantidor para promover a prestação de serviços por provedores regionais.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas