Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

10 palavras com significados diferentes para a Ciência - Parte 2

Lauren Biron - Symmetry - 07/04/2020

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Vocabulário da física

Dada a popularidade do nosso primeiro artigo sobre conceitos de física com nomes enganosamente comuns, estamos trazendo mais 10 palavras aparentemente normais que significam algo diferente em um contexto científico.

Sabor

Na física de partículas, sabor não tem nada a ver com o paladar.

Em vez disso, o termo significa diferentes tipos de partículas.

Existem seis "sabores", ou variedades, de quarks: cima, baixo, cima, baixo, estranho e charme.

Há também seis sabores de léptons: o elétron, o múon e o tau, e seus correspondentes neutrinos (os neutrinos do elétron, do múon e do tau).

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Cor

Pode guardar sua caixa de lápis de cor. A cor, de modo similar ao sabor, é outra maneira de diferenciar as partículas subatômicas, mas não se baseia na tonalidade.

Os quarks podem ser designados como vermelho, verde ou azul, mas o esquema de nomenclatura baseada em cores representa uma característica abstrata da carga das partículas, característica esta relacionada à força forte (em vez da elétrica), e não a uma cor real.

Na verdade, há todo um campo da física dedicada a isto, chamada cromodinâmica quântica.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Campo

Os campos físicos podem ser cobertos com culturas agrícolas ou ficarem ao natural, carregados com gramas e flores.

Os campos da física, no entanto, são mais monótonos e geralmente se estendem ao infinito. Eles permeiam o Universo, tornando-se aparentes apenas quando encontram algo que possa interagir com eles. Partículas eletricamente carregadas podem interagir com o campo eletromagnético; partículas com massa podem interagir com o campo gravitacional, e parte do que dá massa a essas partículas é o campo de Higgs.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Jato

Na física de partículas, jatos não estão relacionados com os aviões.

Os jatos são chuveiros de hádrons (partículas feitas de quarks e glúons) que frequentemente emergem de colisões de alta energia em lugares como o LHC (Grande Colisor de Hádrons). Eles são gerados quando um quark ou glúon energético começa a derivar por conta própria. Quarks e glúons não gostam de aparecer sozinhos, então a partícula energética puxa alguns companheiros para fora do vácuo, criando uma chuva de partículas na mesma direção: acaba de nascer um jato.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Gatilho

Nós normalmente pensamos em um gatilho como um dispositivo que aciona algo. Nos experimentos de física, um gatilho é o sistema que diz a um computador, em uma fração de segundo, para capturar os dados de uma certa colisão de partículas. É uma maneira de focar apenas as interações de partículas mais interessantes e relevantes em experimentos que produzem muito mais dados do que podem ser razoavelmente registrados, armazenados e analisados.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Plano de Fundo (Background)

Planos de fundo não são apenas para pinturas e fotografias. Em experimentos de física, o fundo se refere a todos os sinais extras que um detector pode captar enquanto busca algo único. Por exemplo, um detector construído para estudar um feixe de neutrinos produzido em um acelerador também pode detectar partículas vindas do espaço. Separar o sinal desejado desse fundo é uma parte crucial dos experimentos de física de partículas.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

WIMP

Embora, em inglês, "wimp" seja um insulto usado para sugerir que alguém não tem coragem ou é fraco, um WIMP é um forte candidato à partícula fundamental constituinte da matéria escura matéria escura.

WIMP é um acrônimo para "partículas massivas de interação fraca", uma partícula hipotética que seria massiva o suficiente para explicar misteriosos efeitos gravitacionais que os cosmólogos veem no Universo, mas que só raramente interagiriam com outras matérias, o que explicaria por que elas ainda não foram observadas. Eles são uma das várias ideias para o que compõe a matéria escura, uma substância hipotética que os físicos acreditam existir em quantidade muito maior do que a matéria comum em nosso Universo.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Inflação

Não se preocupe, os físicos não estão tomando o lugar dos economistas e suas preocupações com a subida dos preços.

Aqui, inflação tem a ver com os momentos iniciais do nosso Universo. Os físicos chamam de inflação o período imediatamente posterior ao Big Bang, quando o espaço expandiu-se exponencialmente em todas as direções, fazendo com que pequenas variações quânticas se expandissem para uma escala cósmica. Segundo esse modelo, isso acabou levando à estrutura da matéria em grande escala no Universo que vemos hoje, em coisas como aglomerados de galáxias.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Entrelaçamento

Mesmo que seja apenas com os fios do seu fone de ouvidos, você certamente já lidou com um emaranhado de fios entrelaçados.

Mas, para os físicos de partículas, entrelaçamento (ou emaranhamento) refere-se ao que Einstein chamou de "ação fantasmagórica à distância": a maneira pela qual duas partículas podem ser separadas por grandes distâncias, mas "conectadas" de tal forma que uma influencia a outra instantaneamente.

10 palavras com significados diferentes para a ciência - Parte 2

[Imagem: SandBox Studio]

Vela

Uma vela que você tem em casa provavelmente é feita de cera e tem um pavio.

A vela padrão de um astrofísico é um objeto astronômico com um brilho conhecido (ou luminosidade) que pode ser usado para medir distâncias em grande escala. Exemplos de velas-padrão incluem rajadas de raios X e diferentes tipos de estrelas, como estrelas variáveis cefeidas ou supernovas (estrelas que explodiram). Foi medindo a velocidade da expansão do Universo ao longo do tempo usando velas padrão que os astrônomos descobriram que o Universo está crescendo a um ritmo acelerado.






Outras notícias sobre:
  • Universo e Cosmologia
  • Magnetismo
  • Metamateriais
  • Radiação Eletromagnética

Mais tópicos