Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

Planeta Nove pode não ser um planeta, mas um buraco negro

Redação do Site Inovação Tecnológica - 04/10/2019

Planeta Nove pode ser um buraco negro, defendem astrônomos
Será que temos um buraco negro nas nossas vizinhanças?
[Imagem: NASA/Jeremy Schnittman]

Buraco negro primordial

O hipotético Planeta Nove - também conhecido como Planeta X - que se acredita estar em algum lugar nos arredores do nosso Sistema Solar, pode não ser um planeta.

Os astrônomos Jakub Scholtz (Universidade Durham) e James Unwin (Universidade de Illinois de Chicago), estão propondo que o corpo celeste responsável pelo estranho comportamento de alguns objetos além de Plutão pode ser na verdade um buraco negro, mais especificamente, um buraco negro primordial.

Buracos negros primordiais (BNPs) são - também hipotéticos - buracos negros antigos e relativamente pequenos que surgiram logo após o Big Bang.

Os astrônomos acreditam que eles foram formados como resultado de flutuações de densidade no universo primitivo. Embora os cálculos indiquem que os BNPs muito pequenos já tenham evaporado totalmente, os maiores ainda podem existir - sim, os buracos negros podem morrer, evaporando-se ao emitir a chamada radiação de Hawking.

Scholtz e Unwin sugerem que o Planeta Nove, ainda não observado, mas teoricamente devendo orbitar o Sol a uma distância entre 300 e 1.000 unidades astronômicas, pode ser não ser um planeta, mas um desses buracos negros antigos e compactos.

Planeta órfão versus buraco negro

Explicando sua hipótese, os dois astrônomos se concentram em duas anomalias gravitacionais não resolvidas e de massa semelhante: órbitas anômalas de objetos transnetunianos (TNOs) e um excesso de eventos de microlentes. O interessante é que ambos os eventos são devidos a objetos com massas estimadas entre 0,5 e 20 massas terrestres - bem a faixa de massa atribuível a um buraco negro primordial.

Planeta Nove pode ser um buraco negro, defendem astrônomos
As notícias mais recentes do Planeta Nove vieram do asteroide Caju e foram dadas por astrônomos brasileiros.
[Imagem: NASA/JPL-Caltech / Robert Hurt]

A opinião geral é que as anomalias das órbitas dos objetos transnetunianos sejam desencadeadas por uma fonte gravitacional no Sistema Solar externo. Embora seja amplamente aceito que essa fonte possa ser um planeta órfão - ou planeta interestelar, um corpo celeste de massa planetária expulso do seu sistema e não vinculado gravitacionalmente a qualquer estrela -, Scholtz e Unwin argumentam que o cenário buraco negro primordial não é irracional e deve ser levado em consideração.

"A captura de um planeta órfão é uma das principais explicações para a origem do Planeta Nove, e mostramos que a probabilidade de capturar um buraco negro primordial é comparável," escreve a dupla.

Difícil de observar

Infelizmente, pode ser mais difícil localizar o buraco negro primordial do que um eventual Planeta X. Ocorre que um buraco negro primordial que explicasse os eventos observados teria uma massa de cerca de cinco massas terrestres, o que lhe daria um raio de cerca de cinco centímetros.

Além disso, o buraco negro primordial vizinho teria uma temperatura de Hawking de aproximadamente 0,004 K, o que é mais frio do que a radiação cósmica de fundo de micro-ondas.

Para superar esse obstáculo observacional, os dois astrônomos propõem procurar sinais de aniquilação do micro-halo de matéria escura ao redor do buraco negro. Acredita-se que tal halo de matéria escura seja capaz de fornecer um sinal forte o suficiente para ser detectado da Terra. Para isso, os astrônomos sugerem pesquisas dedicadas a fontes móveis em raios X, raios gama e também outros raios cósmicos de alta energia, o que poderia fornecer indícios dando suporte à hipótese de um buraco negro primordial rondando o Sistema Solar.

Bibliografia:

Artigo: What if Planet 9 is a Primordial Black Hole?
Autores: Jakub Scholtz, James Unwin
Revista: arXiv
Link: https://arxiv.org/abs/1909.11090






Outras notícias sobre:
  • Corpos Celestes
  • Universo e Cosmologia
  • Telescópios
  • Exploração Espacial

Mais tópicos